Campeonato Carioca 2022: Flamengo 3 x 0 Boavista. Um promissor primeiro jogo sob o comando de Paulo Sousa

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

(Imagem: Alexandre Vidal e Marcelo Cortes / Flamengo)

Esse time nunca jogou com três zagueiros de ofício, no máximo contava ali com o Arão, nos tempos de Jesus, recuando para saída de bola com três homens.

As substituições, além das trocas, provocaram diversas alterações em campo. No segundo tempo, quando entrou Rodinei no lugar do Pedro. Uma troca simples, mas que provocou a vinda do Éverton Ribeiro para a direita, Gabigol de volta ao ataque e o próprio Rodinei na ala na esquerda.

E em nenhum momento se viu um Flamengo desorganizado. As trocas pareciam fazer sentido dentro do modelo perseguido pelo Paulo Sousa. E o melhor: os jogadores pareciam entender a proposta.

Evidente que foi contra o Boavista, e isto precisa ser levando em consideração. Mas o time fez aquilo que se espera quando joga contra um pequeno. Atacou muito, perdeu diversos gols (Pedro e Gabigol) e Hugo fez somente uma defesa em cobrança de falta.

Outro ponto marcante foi a volta de um Rubro-Negro intenso, pressionando a saída de bola, marcando cada espaço no campo de defesa do adversário, sendo empurrado por um vibrante Paulo Sousa.

O Flamengo entrou em campo com Noga de zagueiro central, Gustavo Henrique e Cleiton. Renê e Matheuzinho de alas, Thiago Maia e João Gomes de volantes e o trio da frente, Vitinho, Marinho e Pedro.

A dupla Marinho e Vitinho parecia que jogava juntos há tempo. Os dois não ficaram presos nas pontas, mas caíam por dentro, se comunicavam nos contra-ataques e infernizavam o adversário.

Vitinho driblou, deu caneta, imprimiu velocidade, recuperação e assistência. Para terminar a noite com três passes decisivos para os gols de Marinho, Pedro e Gabigol. E sempre se cabeça erguida, consciente do que tinha que fazer.

No segundo tempo, Éverton Ribeiro voltou de ala pela esquerda. Mas não era esquema fixo, engessado. Pelo contrário, invertia de posicionamento com Vitinho, confundido a defesa. Para quem achava que o meia estava em fim de carreira, se enganou. Mesmo fora de posição, Éverton Ribeiro arrumou bons passes e mostrou desenvoltura. Depois veio para a meia direita e seguiu seu bom jogo.

Foi apenas o primeiro jogo “oficial” da temporada. Mas já se viu ideias claras, um time que buscará recuperar a bola ainda no seu campo de ataque e que seja capaz de alternar ritmos de jogo durante os 90 minutos.

O 3 x 0 ficou barato, se Gabigol não perdesse pelo menos três gols claríssimos. Nada que apague o grande e promissor jogo do Flamengo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.