Quarteto defensivo do Flamengo foi o setor que mais trocou passes na derrota para o Atlético-MG. Rodrigo Caio e Filipe Luís foram os líderes

0 Flares Filament.io 0 Flares ×
(Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo)

O quarteto defensivo do Flamengo foi o setor que mais tocou na bola, na derrota para o Atlético-MG por 1 x 0, na abertura do Campeonato Brasileiro, no último domingo.

Contra um adversário que pressiona a saída de bola, coube à defesa Rubro-Negra ser a responsável por trocar passes e fugir da pressão atleticana.

No mapa da distribuição, as linhas mais fortes do passe ficaram entre Rodrigo Caio, (3) Léo Pereira (4) e Filipe Luís (16). Arão (5) e Gérson (8), mais à frente, participaram do toque de bola mais centralizados, contudo, sem muito envolvimento.

Confira (via @FootureFC)

O Flamengo teve 66% de posse de bola no primeiro tempo e 59% na segunda etapa. Foi o time que mais trocou passes certos na primeira rodada: 425.

O zagueiro Rodrigo Caio foi o atleta Rubro-Negro que mais tocou na bola: 89 passes. Em seguida aparece Filipe Luís com 84, depois Léo Pereira com 76. Arão e Gérson trocaram 61 passes cada um.

Dos homens da frente, Éverton Ribeiro foi quem mais distribuiu passes: 51. Em seguida veio Bruno Henrique com 45, Arrascaeta com 42 e Gabigol com 33.

Já o Atlético-MG teve pouca relevância no passe pelo meio de campo, forçando pelos extremos do campo. Confira:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.