A teoria de Guardiola para ganhar um campeonato de pontos corridos e o trunfo do Flamengo nesse Brasileiro ímpar

0 Flares Filament.io 0 Flares ×
(Imagem: Mauro de Paula / Allsports)

“O título se ganha nas últimas oito rodadas e se perde nas oito primeiras”. A receita para vencer um campeonato de pontos corridos é de Pep Guardiola, contada pelo jornalista Martí Perarnau, no livro “Guardiola Confidencial”.

Ninguém mais do que Domènec Torrent deve saber disso. O início do Campeonato Brasileiro ganha ainda mais relevância diante do calendário apertado e uma sequência insana de jogos até fevereiro do ano que vem.

Antes do retorno da Copa Libertadores, no dia 16 de setembro contra o Del Valle, fora de casa, o Flamengo terá dez rodadas do Brasileirão para, no cenário ideal, tentar abrir alguma vantagem, de forma que consiga administrar os jogos das duas competições, sem contar a Copa do Brasil.

Contudo, há um contexto ímpar nessa temporada: a possibilidade de cada time realizar até cinco substituições. Esse será o grande trunfo do Flamengo, especialmente porque o clube montou um elenco de alto nível que conta com diversas alternativas para, desde poupar os mais sobrecarregados dentro de um jogo, sem comprometer o desempenho da equipe, até o simples revezamento de um jogo para outro, mantendo o nível elevado dos titulares.

Dentro dessa nova realidade, sem a semana cheia para treinos, é possível dizer que o campeão não será aquele que largar melhor na competição, mas o time que tiver mais fôlego, capaz de suportar a maratona.

No entanto, é bom lembrar que o Atlético-MG tem apenas o Brasileiro para focar. Sampaoli terá o mesmo cenário do ano passado quando esteve no Santos e, mesmo assim, terminou 16 pontos atrás do Flamengo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.