Ao contrário do Flamengo, Corinthians incluiu lançamentos de receita de TV pelo Campeonato Brasileiro em caixa mesmo sem ter recebido, para obter superávit

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

No último sábado escrevemos aqui que o Flamengo sobreviveu ao primeiro semestre e teve um prejuízo de R$ 26 milhões nos primeiros seis meses de 2020.

No texto, informamos que o Corinthians teve um resultado de R$ 310 milhões e um superávit de R$ 4,3 milhões, pois, ao contrário do Rubro-Negro, reconheceu R$ 95 milhões de receita de transmissão de TV, mesmo sem receber essa verba.

A coluna “Dinheiro FC” do jornal O Globo, assinada pelo jornalista Igor Siqueira, dessa quinta (6), detalha justamente essa diferença contábil: O Corinthians incluiu em sua receita de transmissões os valores do Campeonato Brasileiro, mesmo este não tendo começado antes de 30 de junho. A equipe paulista considerou o valor previsto em contrato, e não o caixa.

Já o Flamengo optou por postergar esse lançamento, em virtude da pandemia. Parte significativa da grana da TV foi incluída como adiantamento no balanço patrimonial. Dessa forma, ao longo do cumprimento do contrato, os valores serão transferidos para a receita bruta, e jogarão para cima o resultado operacional.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.