Domènec Torrent foi procurado pelo Barcelona na semana passada para trabalhar nas categorias de base e desenvolvimento de jogadores

0 Flares Filament.io 0 Flares ×
(Imagem: Alexandre Vidal / Flamengo)

Na semana passada, Domènec Torrent foi procurado pelo Barcelona para que utilizasse suas capacidades nas áreas de categorias de base e desenvolvimento de jogadores. Contudo, Torrent já tinha iniciado conversas com o Flamengo e a ausência de clareza por parte dos representantes do Camp Nou colaborou para a decisão de seguir trabalhando como treinador. É o que informa o jornalista André Kfouri, em sua coluna de O Globo dessa terça (4).

Segundo o jornalista, Torrent percebeu que as experiências como ajudante de Pep Guardiola o capacitaram a transmitir suas ideias aos jogadores e, principalmente, convencê-los a respeito do que fazer.

Confira trecho da coluna:

Como líder, não tem perfil autoritário. Investe na empatia, na afetuosidade e na oferta de soluções, traços de uma personalidade que não gera intimidação. Além da carga de aprendizado com Guardiola e da qualificação como analista de adversários e responsável pela estratégia de jogo, Torrent é profundo conhecedor do jogador de futebol. O Flamengo contratou um homem do jogo de hoje, habilitado pelos métodos mais atualizados e certificado pela vivência que se antecipa à própria presença.

É neste aspecto, o da conduta pessoal, que reside provavelmente a maior transformação em relação ao período de Jorge Jesus. A resposta sobre a introdução gradual de suas ideias na maneira de jogar, em sua entrevista de apresentação, informa o que é necessário saber sobre um jeito de trabalhar e se comunicar.

Sob Torrent, o atrevimento, o protagonismo e certos tons de arrogância ficarão restritos ao campo, transmitidos não por um treinador que reivindica os êxitos de sua criação, mas por um time que pretende vencer por intermédio de evidências de que é o melhor. É essa sua visão inegociável do futebol que o Flamengo deve praticar, um destino que se pode alcançar por rotas distintas, sim, mas que para Torrent necessariamente passam pela bola, pelo ataque e pelo bom jogo.

O futebol que corre por suas veias é o de Guardiola. O temperamento o aproxima de Carlo Ancelotti. A origem e o percurso até o Rio de Janeiro ensinam a importância da mente aberta e da adaptação. Domènec Torrent, assim como Jorge Jesus e Jorge Sampaoli, oxigena o ar do jogo no Brasil.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.