Flamengo realiza processo seletivo para encontrar novo treinador e divide funções para acertar o alvo

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

(Imagem: João Granette)

Para acertar no alvo e encontrar o substituto de Jorge Jesus, o Flamengo realiza um verdadeiro processo seletivo na escolha do novo treinador.

O vice-presidente de futebol, Marcos Braz desembarcou na manhã dessa quinta-feira em Portugal. O diretor executivo Bruno Spindel deve desembarcar na sexta.

Segundo o jornal O Globo, Braz é o protagonista e lidera o processo.

No departamento de futebol há uma divisão de tarefas e papéis desempenhados por uma série de integrantes do clube.

No processo seletivo são analisados não somente questão tática, mas financeira e comportamentais, antes de negociar e colocar uma proposta oficial na mesa.

O alvo é, evidentemente, um estrangeiro. Contudo, o mais importante agora é que, ao contrário de outros anos, o Flamengo não está atrás de um medalhão, ou um técnico de renome para sustentar sozinho o futebol, mas de um profissional que se encaixe na filosofia de jogo que os dirigentes acreditam que encontraram. Escrevemos aqui.

O diretor executivo Bruno Spindel atua como um negociador financeiro. É uma espécie de porta-voz dos anseios dos demais integrantes no processo de escolha.

O Conselho de Futebol recebe análises sobre os treinadores que se adequam à filosofia do Flamengo, feitas pelos profissionais do Centro de Inteligência e Mercado. Mas o que pesa mesmo são os feedbacks do próprio meio, de empresários e advogados importantes, que já tem parceria com a diretoria Rubro-Negra em outras negociações.

Segundo reportagem, o scout do clube elabora relatórios para embasar os dirigentes na análise das características dos profissionais em avaliação. Estilo de jogo por onde passaram, histórico de resultados e títulos, e avaliações de atletas com quem atuaram.

Com o estilo de trabalho já debatido internamente, os dirigentes agora fazem parte da abordagem presencial, modelo que deu certo com o proprietário Jesus, e também com a contratação de jogadores na Europa, como Rafinha, Gerson e Gabigol

Carlos Carvalhal e Leonardo Jardim despontam como favoritos. Ambos também teriam viabilidade financeira e estão sem contrato. Marcos Silva, outro português, não passou de fase nesses critérios.

Miguel Ángel Ramirez, do Del Valle seria uma alternativa para o caso de um europeu não topar.

O elenco do Flamengo, recheado de jogadores com histórico na Europa, não tem participação direta na escolha do treinador. Os atletas são ouvidos, mas nas reuniões após a saída de Jesus não houve discussão sobre a reposição com os líderes do grupo.

Por fim, todas as decisões tomadas precisam passar pela aprovação do Presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, que assina o cheque.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.