Pedro Rocha revela que está sendo trabalhado por Jorge Jesus para ser um atacante de movimentação

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Contratado em janeiro por empréstimo, Pedro Rocha tem vínculo até o final do ano com o Flamengo. O clube, inclusive, já se movimenta para estender o tempo de contrato do atleta.

Nessa sexta-feira (26), o atacante concedeu entrevista à rádio Globo e revelou que está sendo transformado por Jorge Jesus em um ponto de lança, ou seja, um atacante de movimentação. Ao contrário do que jogava no Grêmio, quando atuava mais pelas pontas.

“Tem sido uma experiência bacana. Ele cobra posicionamento dos atacantes e todo time para que possamos estar concentrados e compactos. Estou muito feliz de trabalhar com ele e aprender coisas novas. Isso é muito importante para qualquer jogador”, disse Pedro Rocha.

Com a chegada de Pedro, o português já tem seu atacante de referência na área. Agora busca um reserva para Gabigol, que também passou por uma transformação e evolução.

Com Jesus, o camisa nove Rubro-Negro teve seu talento potencializado. Qualquer outro treinador, ao ter à disposição o artilheiro do último Campeonato Brasileiro, não hesitaria em escalá-lo dentro da área e dois pontos para municiá-lo.

Jesus viu além. Deu muita libedade e movimentação. Gabigol não tem lugar fixo em campo, para desespero dos marcadores. O torcedor pode ver o atacante dentro da área, tabelando com Bruno Henrique, ou trocando passes com Arão no meio de campo, ou tabelando com Rafinha na direita, tudo isso em poucos minutos. Alem de continuar sendo o artilheiro, passou a ser o jogador com mais assistência da temporada, superando Arrascaeta e Diego.

Jorge Jesus agora planeja o mesmo para Pedro Rocha e já tem trabalhado nisso. Na entrevista, o atacante disse que chegou ao Flamengo com um desequilíbrio muscular, mas aos poucos foi encontrando a melhor forma física e acredita estar no seu melhor preparo. Na última partida, na vitória contra o Bangu por 3 x 0, Pedro Rocha marcou seu primeiro gol com o Manto Rubro-Negro.

Jorge Jesus tem histórico de encontrar novos significados dentro de campo para seus comandados.

Um dos exemplos é Enzo Pérez, vice-campeão da Libertadores pelo River Plate. Quando foi treinado por Jesus no Benfica, passou a jogar mais por dentro, centralizado, sendo o responsável pela construção das jogadas, após anos atuando mais aberto. Terminou sendo o melhor jogador de Portugal em 2014.

Willian Arão também é um exemplo de quem mudou de posição nas mãos de Jorge Jesus. Após a saída de Cuellar, quem poderia imaginar que Arão assumiria a titularidade como primeiro volante e com tanta desenvoltura?

Que seja assim com Pedro Rocha.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.