Um mar de sensações com o retorno do Flamengo nessa quinta

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

O Flamengo está de volta. Após 96 dias de paralisação, em virtude da pandemia da Covid-19, o Rubro-Negro enfrentará o Bangu, às 21h, no Maracanã, pela penúltima rodada da Taça Rio. A equipe é a atual campeã da Taça Guanabara.

Ter esse jogo traz à tona diversas sensações. Uma delas é de há uma pressa desproporcional com o momento que vivemos. Outra que é loucura o país viver normalmente enquanto são confirmadas mais de mil mortes por dia pelo novo coronavírus, é aí não diz respeito ao Rubro-Negro, que faz o que muito político e clube não fez

Por outro lado, saber que o Flamengo estará em campo traz um sentimento bom, de certa expectativa, de que os jogadores que fizeram história estão de volta ao maior palco do mundo.

A Ferj lançou diversas regras em seu protocolo. Os estádios terão cabines de desinfecção para as delegações e staff. Ao todo, cada clube poderá ter 40 integrantes em sua delegação. Todos os envolvidos terão a temperatura medida. Só serão permitidos 10 jogadores e cinco membros da comissão técnica no banco de reservas. Todos com máscaras.

A Ferj testou nessa quarta (17) os árbitros e 12 policiais que estarão trabalhando no jogo de hoje. O Flamengo testou os gandulas que vão atuar na partida. O Maracanã passou por processos de higienização e desinfecção.

Não há dúvidas sobre a efetividade dos protocolos adotados. Nada está sendo feito à toque de caixa, na barrigada, ou sem qualquer cuidado. Tem método e ciência.

Porém, o Flamengo não tem nada a ganhar jogando o Estadual. Não recebe um real da televisão pelo Carioca, não terá bilheteria e corre o risco de nem ter transmissão na volta do time à campo nessa quinta.

O clube poderia ter organizado melhor a sua volta. O arbitral da Ferj que decidiu o dia do jogo foi realizado na terça. O horário da partida do foi confirmado ontem. O tempo era curto para uma negociação delicada com a TV Globo, visando a transmissão dos jogos. Poderia ter segurado até o final de semana ou a próxima semana.

Evidente que não há bondade do Botafogo e Fluminense em só quer jogo dia 1° de julho – daqui 10 dias. Se pudessem escolher, preferiram nem jogar esse ano, para manter os salários reduzidos e ainda por cima atrasados, além dos benefícios de Brasília com a suspensão do pagamento do Refis.

Contudo, há a sensação de que o Flamengo exagera na força. Mesmo diante de todo protocolo correto, ter jogo após 48h do arbitral, sem nem ter chance de discutir a transmissão da partida e correndo o risco do campeonato acabar na justiça, só se justifica para acelerar o término do Estadual e se preparar para a maratona que será o Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil. E mesmo assim, tempo não faltaria para uma boa preparação.

(Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

One thought on “Um mar de sensações com o retorno do Flamengo nessa quinta

  1. Acho que tem mais coisas por de trás disso… o patrocínio master do Fla atual, termina no fim do mês. O Fla quer começar julho já com o novo patrocínio, e do jeito que está, nenhuma empresa irá querer correr pra fechar contrato com o Fla, sem poder estampar sua marca no manto. Por dedução, o patrocinador pagará no ano de 2020, o valor proporcional, e, portanto, conforme o tempo for passando, menos grana o time receberá esse ano. Então a volta dos jogos poderá acelerar o acerto com o novo patrocinador, que já será estampado nos primeiros dia do novo acordo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.