É um privilégio ter Filipe Luís no Flamengo, mesmo com pouco tempo de carreira que resta

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

(Foto: Alexandre Vidal e Marcelo Cortes / Flamengo)

Filipe Luís foi um dos participantes da Live especial promovida pelo Flamengo nesse domingo, com objetivo de receber doações para o SOS Favela, projeto capitaneado pelo Viva Rio.

Aos 34, lamentou não ser mais novo para ter a chance de buscar mais títulos com a camisa do Flamengo. O lateral que chegou na metade do ano passado e já conquistou cinco títulos, acredita que o clube oferece um ambiente adequado para a conquista de títulos, capaz de despertar o interesse de brasileiros que estão em times europeus.

– Hoje, o Flamengo oferece para jogadores que estão na Europa a chance de ser campeão. Se não fosse assim, seria difícil. Mesmo sendo flamenguista, seria difícil jogar aqui para disputar outros objetivos. Ficou mais fácil decidir vir com o atual elenco, sabendo que o jogador do seu lado não vai perder a bola, que ele também pode decidir. E isso faz com que a gente que vem de fora também tenha que se dedicar e buscar um lugar no time. Eu sinto muito por não ter 28, 30 anos para poder buscar mais títulos. É um ambiente muito bom e propício para a conquista de títulos aqui, destacou.

Filipe Luís também comentou sobre o talento de Jorge Jesus na gestão de um elenco tão recheado:

– O Mister depende da qualidade dos jogadores, nenhum treinador faz milagres. Mas ele sabe lidar com personalidades muito diferentes. E isso é muito importante para construir um grande time, complementou.

Sobre a conquista da Libertadores, o lateral Rubro-Negro reconhece que fez sua pior partida justamente na final contra o River:

– No quesito tensão, emoção, a Libertadores foi mais especial. Para mim, pessoalmente, foi meu pior jogo com a camisa do Flamengo. O time não estava jogando bem. Mas, depois de muito tempo sem ganhar a Libertadores, acho que tinha que ser da maneira épica como foi. Na Champions, joguei bem as duas finais e perdi. Na Libertadores, joguei mal e ganhei. Prefiro a segunda opção”, declarou.

O lateral, que durante oito anos atuou no Atlético de Madrid, analisou o nível de exigência Rubro-Negro, superior até ao de Barcelona e Real Madrid, segundo ele:

– Vou lá no Flamengo, ficar tranquilo, morando no Rio de Janeiro…? Esquece! Flamengo não é isso, é exigência máxima, aqui você vai ser cobrado, ter altos e baixos, mas, para quem gosta de desafios, de se exigir e estar no topo, é o melhor clube do mundo. Nem Real Madrid e Barcelona chegam nesse nível de exigência e cobrança, que tira seu melhor na marra, porque você tem que jogar bem”, disse o atleta.

É um privilégio ver Filipe Luís vestindo o Manto Rubro-Negro. Mesmo que por pouco tempo que resta de carreira. Que continue no Flamengo para formar novos jogadores, dentro e fora de campo, com mentalidade tática de um futebol moderno e vencedor.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.