Champions League Américas – Semifinal: Instituto Córdoba 54 x 63 Flamengo

0 Flares Filament.io 0 Flares ×


(Fotos: Leandro Gómez/Instituto)

O Flamengo arrancou com vitória na semifinal da Champions League Américas. Jogando na Argentina, a equipe Rubro-Negra derrotou o Instituto Córdoba por 63 x 54, abriu 1 x 0 na série e segue invicto na competição.

A segunda partida acontece na quinta-feira, no Maracanãzinho, às 19h:30min, e os ingressos podem ser adquiridos pelo site.

Caso vence, o clube da Gávea avança para a semifinal e espera o adversário entre Quimsa e San Lorenzo.

Foi uma das melhores atuações defensivas dos últimos tempos da equipe de Gustavo de Conti. Se tivesse caprichado no ataque, teria liquidado a fatura ainda mais cedo.

O Flamengo obrigou o adversário a ter aproveitamento de 3/26 na linha de três pontos, além de dois importantes jogadores saírem zerados: Martin Cuello e Santiago Scala: 0/18.

O treinador do Instituto, Sebastián Ginóbili, reconheceu o mérito do Rubro-Negro: “Nos complicaram pelas variações defensivas. Nossa equipe errou muitos tiros, tivemos 3/26 na linha de três e isso é muito pouco, tendo em vista que dependemos desses chutes”.

A imprensa local também destacou a forte defesa do Flamengo: “O Flamengo tem as virtudes de uma grande equipe. Defende com atitude e concentração e ataca com paciência, confiante nas suas variantes armas”, escreveu o jornalista Marcelo Chaijale.

A dupla Marquinhos-Olivinha foi o grande destaque. O ala terminou com 15 pontos e o ala-pivô com duplo-duplo: 20 pontos e 10 rebotes.

O JOGO

No primeiro quarto, o Flamengo abriu frente com uma sequência de bolas de três de Marquinhos: 19 x 11. Também na linha de três, Deryk fez a equipe abrir 11 pontos de vantagem: 24 x 13, para encerrar em 24 x 17 o primeiro quarto.

No segundo período o Rubro-Negro seguia forte defensivamente, mas tendo um aproveitamento ofensivo bem fraco. O adversário também não conseguia impor seu jogo de bolas do perímetro, e as equipes foram para o vestiário com o placar apontando 35 x 28 para os brasileiros, com 27 pontos de Olivinha e Marquinhos.

No terceiro quarto o Flamengo permitiu apenas oito pontos do adversário. Com uma corrida de 15 x 1, com pontos de Olivinha, Vargas, Deryk e Demétrio, o Rubro-Negro abriu 19 de frente: 53 x 34, para encerrar em 53 x 36.

No período final, por mais que o Instituto tenha feito seu melhor quarto, não foi possível reverter o placar. O Flamengo administrou com frieza e finalizou o jogo com nove pontos de vantagem: 63 x 54

Na quinta-feira, todos os caminhos levam ao Maracanãzinho.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

One thought on “Champions League Américas – Semifinal: Instituto Córdoba 54 x 63 Flamengo

  1. O Flamengo deve chegar a sua 2º final e depois de 6 anos, no entanto, aí é que o bicho vai pegar, porque até aqui o Flamengo não enfrentou um único grande adversário. Tanto o Quimsa quanto o San Lorenzo são de oto patamar.
    Pro Flamengo voar na temporada, além de melhorar o jogo coletivo, individualmente precisa contar com melhora na posição 2 e 5, ou seja, Zach e Eloy tem que decolar. Caso isso aconteça o Flamengo tem boas chances de levar as duas principais competições da temporada. Para marcar a temporada terá que ganhar pelo menos uma delas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.