Recopa Sul-Americana – Volta: Flamengo 3 x 0 Independiente del Valle. MENGÃO CAMPEÃO!

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

(Foto: Alexandre Vidal, Marcelo Cortes & Paula Reis / Flamengo)

Após dois títulos em 24h no ano passado, agora foram três em dez dias. Nessa quarta-feira, no Maracanã para quase 70 mil torcedores, o Flamengo consagrou-se campeão da Recopa Sul-Americana, ao derrotar o Independiente del Valle por 3 x 0, depois de ter ganho a Supercopa do Brasil e a Taça Guanabara.

É o primeiro título internacional conquistado pelo Rubro-Negro dentro do Maracanã. Uma noite histórica, que premiou a quinta conquista do Jorge Jesus à frente do clube da Gávea em apenas nove meses. São mais títulos do que derrotas (quatro: Emelec, Bahia, Santos e Liverpool). Qual o teto dessa equipe? Impossível saber!

Para quem estudava uma forma de parar o Flamengo esse ano, já pode colocar mais uma lição para estudar: na vitória de ontem, o Rubro-Negro teve apenas 28% de posse de bola contra 72% do adversário. Foram somente 191 passes trocados. Contudo, foi uma equipe extremamente letal: foram 11 finalizações, sendo oito no gol, contra sete do Del Valle, sendo somente duas certas, com 510 trocas de passes.

Foi mais um repertório revelado por Jorge Jesus, embora já tenha jogado dessa forma contra o Athletico Paranaense (2 x 0) e Grêmio (1 x 0) no Brasileirão passado. O Flamengo demonstrou não ser apenas uma equipe de uma nota só. Além da tradicional posse de bola, marcação pressão e repertório ofensivo, o time provou que também sabe jogar sem a bola, montando uma defesa sólida e compacta quando preciso.

Além disso tudo, mais um problema para os adversários: o Rubro-Negro evoluiu emocionalmente de forma absurda com Jorge Jesus. Não há mais pânico por decidir em casa, não há mais desespero por ficar com um a menos desde os 23 minutos do primeiro tempo.

Há, na verdade, treinamento para enfrentar essas situações: “Perdemos um jogador e o Mister também nos treina assim, com um a menos, para estarmos preparados”, disse o volante Gérson, autor de dois gols na decisão.

Com um a mais em campo, o Independiente del Valle talvez não esperasse essas circunstâncias de jogo: ver o adversário, que gosta de jogar, atuar com suas linhas baixas, esbarrou nas sérias dificuldades para criar, até pela falta de talento. A organizada e interessante equipe de Quito, só ameaçou seriamente no começo do segundo tempo, após defesa espetacular de Diego Alves.

O Flamengo, que raramente entrega a bola ao adversário, se fechou na casinha e teve a humildade de permitir que o Del Valle assumisse as rédeas da partida. E nesse estilo de jogo, a dupla de zaga Léo Pereira e Gustavo Henrique é imbatível, contando com boas partidas dos laterais e Éverton Ribeiro e Arrascaeta contribuindo na marcação.

No entendimento de Jorge Jesus, não basta estar com um a menos, é preciso que o adversário perceba e se sinta com coragem e atraído para atacar. Na coletiva pós-jogo, o treinador revelou a estrategia: “No intervalo, fiz eles verem que estávamos jogando com menos um jogador, mas se fôssemos bem posicionados isso não seria notado. Eles perceberam isso e entraram no nosso jogo. Eles arriscaram em demasia. Sabíamos que uma saída bem puxada nos daria oportunidade”.

Com Thiago Maia bem de primeiro volante, Gérson pôde avançar na área duas vezes pra marcar dois gols. Porém, o grande nome da noite foi Gabigol, que fez um dos seus melhores jogos pelo Flamengo. Após abrir o placar, quase faz um golaço se livrando de três marcadores. Na segunda etapa, foi dele o passe para Gérson fazer o segundo e o passe para Vitinho preparar a jogada para o volante guardar o terceiro.

É um começo alucinante do atacante Rubro-Negro: são seis jogos, seis gols, duas assistências, gols marcados nos três títulos conquistados. Aliás, nos títulos da Supercopa e Recopa, dois gols saíram justamente na pressão na saída de bola do adversário pelo Gabigol. Havia quem pensasse que 2019 foi apenas uma boa fase. Ou que ele só jogou o que jogou para o Flamengo renovar o contrato. Não deu certo na Europa? Azar da Europa.

Para não restar dúvidas, a equipe fez gols em todas as situações do jogo: 1 x 0 com 11 x 11; 2 x 0 com 10 x 11; 3 x 0 com 10 x 10.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

2 thoughts on “Recopa Sul-Americana – Volta: Flamengo 3 x 0 Independiente del Valle. MENGÃO CAMPEÃO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.