Gabigol é apresentado e afirma que Pedro não será sombra, mas um problema para os adversários

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Foto: Alexandre Vidal & Paula Reis

Na última terça-feira Gabigol foi anunciado oficialmente pelo Flamengo e, nesse sábado, foi apresentado no Ninho do Urubu.

Ao lado da diretoria do futebol, Marcos Braz e Bruno Spindel, a apresentação também contou com a presença do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, e do CEO do clube, Reinaldo Belotti.

Na mesa de entrevista, os quatro dirigentes e o atleta apresentaram uma camisa onde foi exibido números marcantes do Gabigol na temporada passada: 9 gols na Libertadores, 2 gols na final da Libertadores, 43 gols na temporada e 25 gols no Brasileiro.

Gabigol iniciou a entrevista dizendo que sua vontade desde o começo era de ficar no clube:

“Minha vontade era ficar no Flamengo. Obviamente as coisas não ocorreram tão rápido assim, mas eu tinha um clube, que era a Inter, sempre respeitei isso. Internamente, todo mundo sabia que minha vontade desde o começo era ficar. Estou muito feliz”.

Ao responder se Pedro, contratado nessa temporada, seria uma sombra para o atacante, Gabigol brincou:

“Sombra? Sombra nada. Sombra é para os adversários. Quem vai ter que correr atrás agora são os outros (risos). Foram contratações maravilhosas. Já tive oportunidade de jogar contra o Pedro, sempre gostei do futebol dele. O problema agora é dos adversários (risos)”

Já com a documentação regularizada, Gabigol se colocou à disposição para estrear já nesta segunda, quando o Flamengo enfrenta o Resende, pelo Campeonato Carioca no Maracana:

“Eu me cuidei bastante nas férias. Perdi só dois treinos, nada demais. Já me sinto muito bem, apto para jogar. Obviamente quem manda é o Mister. Se for a opção vou ficar muito feliz. Estava ansioso para vestir a camisa e entrar no Maracanã”.

Gabigol relembrou a decisão contra o River Plate pela Libertadores:

“A gente estava perdendo. Durante o jogo todos sabiam que eu seria provocado, e eu não queria perder meu foco. Não sabia tempo do jogo. Quando fiz aquela falta minha vontade era outra (risos). Meus companheiros fazem parte disso. Creio que aquele foi um dia especial, e eu estava iluminado por Deus”.

Sobre jogar na Europa, Gabigol cravou que sua felicidade estar em jogar no Flamengo:

“Um jogador precisa se sentir feliz, se sentir em casa. Para um jogador ser realizado não precisa jogar na Europa, sair do seu país. Temos campeonatos fortes. O Flamengo tem um nível muito alto, um treinador que é um dos melhores do mundo”.

Gabigol foi a contratação mais cara da história do futebol brasileiro. Foram cerca de 17 milhões de euros, ou R$ 78 milhões de reais. O atacante fica no clube, pelo menos, até 2024.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.