O verdadeiro significado do Fair Play Financeiro, que impede o Arsenal de gastar por Pablo Marí

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Era sexta-feira e a ida de Pablo Marí para realizar exames na Inglaterra seria um indicativo bem claro de que a negociação para o Arsenal estava sacramentada.

O zagueiro foi visto ao lado do diretor do clube inglês, Edu Gaspar, no aeroporto para embarcar rumo à Londres, na noite do dia 24.

O que seria uma venda 10 milhões de euros na sexta, passou a ser um empréstimo no sábado.

Porém, já nessa manhã de segunda-feira, as notícias dão conta de que Marí retornou ao Rio de Janeiro e esteve no Ninho do Urubu.

O impasse é justamente a forma da negociação: o Flamengo só aceita em definitivo, já o Arsenal quer um empréstimo de seis meses sem qualquer ônus. Não se sabe se com valor da venda fechada ou não. Há notícias até de que Marí seria apenas um “tapa-buraco”, até a janela de verão abrir e, aí sim, poder investir em um zagueiro sem infringir regras da responsabilidade fiscal.

O prazo para uma resolução é curto: a janela para o clube inglês inscrever algum reforço se encerra na sexta-feira.

Não teria o Arsenal dinheiro para comprar de vez o Pablo Marí? Evidente que o clube inglês tem dinheiro para comprá-lo. O grande lance é o Fair Play Financeiro, que impede que o clube inglês contrate mais um reforço colocando dinheiro no negócio. O Arsenal gastou toda a receita orçada para contratações desse ano já na janela de verão. 

A versão brasileira do Fair Play Financeiro ainda está em fase de formatação, em que pese algumas punições educativos  que já aconteceram nesse ano. O Vasco, por exemplo, ficou impedido de registrar seu atacante argentino Germán Cano, por ter dívida de um milhão de reais com seu ex-atleta Jorge Henrique, após penalidade imposta pela Câmara Nacional de Resolução de Disputa.

Esse é o verdadeiro espírito do Fair Play Financeiro. Clubes que mesmo atolados em dívidas não param de contratar. Ou clubes que atrasam salários, mas continuam trazendo reforços. Não há outra forma de sanear uma instituição se não só gastar aquilo que tem.

O Arsenal atingiu seu limite em reforços. Só na metade do ano, quando se inicia uma nova temporada, poderá voltar a pensar em contratar. Por isso até buscaram Pablo Marí por empréstimo. Contudo, não será dessa forma que irão conseguir levar o zagueiro titular do campeão Brasileiro e da Libertadores.

Segundo Landim, mandatário, Pablo Marí só aí vendido. Nada de empréstimos.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.