Ninho da Nação

Vice-Presidente da Coca Cola defende tese da superpromoção do Rubro-Negro: “Quando o Flamengo está bem, as audiências das partidas são maiores”

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

O vice-presidente global de patrocínios e eventos da Coca-Cola, Ricardo Fort, em artigo no site Meio e Mensagem, defendeu a tese da superpromoção do Flamengo antes da final da Copa Libertadores, dia 23 de novembro.

Para o executivo, a mobilização deu-se justamente porque o Rubro-Negro é uma ferramente importante para maximizar a receita:

“Quando o Flamengo está bem, as audiências das partidas são maiores, há mais consumo de jornalismos esportivo, os podcasts e programas de rádio são mais ouvidos, vende-se mais assinaturas de pay-per-view, mais jornais, revistas etc. Tudo isso impacta positivamente o faturamento publicitário dos veículos, sua principal fonte de receitas”.

Fort recordou de outras finais da Libertadores envolvendo clubes brasileiros e não considera injustiça a superpromoção que a imprensa fez na cobertura da decisão contra o River Plate:

“Nos anos onde times de menor representatividade nacional como Santos, Fluminense e Cruzeiro (que me desculpem meus futuros ex- amigos santistas, tricolores e cruzeirenses) são campeões, como 2004, 2012 e 2014, respectivamente, a saúde da indústria do futebol não é a mesma. Isso não é um problema brasileiro, tampouco do futebol.

Uma final de Copa do Mundo da Fifa envolvendo países de tradição como Alemanha e Brasil é um sonho das emissoras. Quando eles jogam, torcedores em todos os cantos do mundo param para assistir. O mesmo, infelizmente, não pode ser dito de uma final como a de 2018 entre França e Croácia (que me desculpem meus futuros ex-amigos franceses e croatas)”.

E concluiu:

“Promover desproporcionalmente o produto principal em um portfólio não é exclusividade da mídia. Todas as empresas em todos os setores da economia fazem o mesmo. Isso é uma prática saudável e responsável de negócios.

Quando você vai a um supermercado, os produtos que encontra na entrada da loja não estão ali por acaso. Nos restaurantes, aqueles pratos recomendados com fotos também não são aleatórios. Nem mesmo nas suas buscas online você escapa dessa lei do comércio. Tudo o que aparece em destaque, tem uma razão para estar lá.

Para os veículos de mídia, o Flamengo é um destes produtos. Ele merece destaque na entrada da loja, foto e posição privilegiada em todas as buscas”.

A íntegra da opinião está aqui.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *