Tostão: “Desafio do Flamengo será melhorar defesa sem alterar jogo ofensivo”

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Confira na íntegra a coluna de Tostão, dessa quarta-feira, na Folha de SP:

“O Flamengo não foi tão intenso, não pressionou e recuperou rapidamente a bola, deixou o Al-Hilal trocar passes, fazer um gol e criar outras chances, mas, no segundo tempo, melhorou e mostrou sua superioridade, além de aproveitar os enormes espaços deixados pelo adversário, um time que trata bem a bola, mas deixa demais a outra equipe jogar.

Nesta quarta (18), o Liverpool enfrenta o Monterrey e, se ganhar, joga a final de sábado contra o Flamengo. Klopp já disse que, melhor do que um clássico e bom meia de ligação é desarmar no campo do adversário e chegar rapidamente ao gol, com passes nas costas dos defensores, para os velozes Salah e Mané. É o que o time inglês vai tentar fazer contra os adiantados zagueiros do Flamengo. É possível o Flamengo melhorar a estratégia defensiva, sem alterar o seu habitual jogo ofensivo?

O Liverpool, em várias partidas, tem mudado o desenho tático. Em vez de três na frente e três no meio-campo, a equipe tem atuado com um meia aberto pela direita (geralmente, Shaqiri), Salah de centroavante e Firmino como um clássico meia de ligação. Quando a equipe perde a bola e não dá para pressionar, marca com quatro no meio-campo (dois volantes, um meia pela direita e Mané, que volta pela esquerda).

Como disse Filipe Luís, o Liverpool é superior, mas, em um jogo, o Flamengo tem boas chances de vencer. Nesta quarta tem também o maior clássico do mundo, entre Barcelona e Real Madrid. O Santos de Pelé contra o Botafogo de Garrincha era tão bom quanto. Eu vi.”

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.