Ninho da Nação

Brasileirão 2019: Flamengo 3 x 1 Bahia

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Com um brilhante segundo tempo, o Flamengo venceu de virada o Bahia por 3 x 1, chegou a 77 pontos e voltou a abrir 10 pontos para o segundo colocado, Palmeiras, faltando seis rodadas para o fim do campeonato.

Ao contrário do Botafogo, o Bahia mostrou em campo que pode sim enfrentar o Flamengo sem precisar apelar pra pancadaria. Pode buscar a velocidade no contra-ataque, subir a marcação pra dificultar a saída de bola e ter uma certa sorte, como os baianos tiveram nesse domingo no Maracanã. A própria coletiva do treinador Roger, enaltecendo seu adversário, foi de outro nível.

O Flamengo iniciou o jogo com quatro finalizações em 15 minutos. Mas sentia falta do Arrascaeta ao lado do Éverton Ribeiro. Era uma equipe sem a imprevisibilidade, que não subiu a rotação do jogo pra fazer o Maracanã aumentar a fervura. E sofreu um gol de forma bizarra com falhas de todo o sistema defensivo.

Sem Jorge Jesus no banco, João de Deus promoveu uma mudança de imediato: Reinier no lugar do Vitinho. E o Flamengo fez um grande segundo tempo. E conseguiu a quarta virada em oito vezes no Campeonato Brasileiro.

Time ganha jogo, mas diretoria vence campeonatos. E os dirigentes Rubro-Negros têm méritos gigantescos, entre tantos acertos na temporada, pela gestão de carreira de Reinier: não o venderam, não o liberaram para disputar o Mundial sub-17 e agora renovaram seu contrato. São quatro gols e duas assistências em  partidas – cinco como titular. E foi responsável direto pela virada contra o Fortaleza e o empate contra o Bahia, que culminou com uma nova virada. Após o empate, Reinier, jogando dentro da área como um clássico atacante, quase marcou a virada.

As assistências de Gabigol foram extraordinárias, mas os dois passes pré-assistência de Éverton Ribeiro e Filipe Luís foram excepcionais e muitas vezes ficam esquecidas. Após uma longa troca de passes com tranquilidade, Éverton Ribeiro recebeu, tirou dois da marcação, provocou incerteza na defesa adversária, viu Gabigol aberto na direita, como um ponta, e colocou na medida para Reinier empatar.

A virada iniciou nos pés de Filipe Luís, que meteu uma trivela espetacular para Gabigol que, novamente, deixou na medida para Bruno Henrique.

Outro ponto que não pode passar despercebido foi que a entrada do Pires no lugar do Gérson fortaleceu a defesa e impediu os contra-ataques do Bahia, que não se criou mais a partir dessa alteração.

GabiAssistência revela ser um jogador cada vez mais maduro dentro de campo, entendendo que pode ser útil tanto dentro quanto fora da grande área. Entendeu o esporro de Jorge Jesus para evitar cartões amarelos bobos e irresponsáveis. Passou incólume contra o Botafogo (mesmo tendo um UFC em campo) e agora contra o Bahia. Além de estar jogando mais com a perna direita, que não é a boa.

Como prêmio, conseguiu seu gol após bela cobrança de falta (!!!) de Arão. Merecido demais.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *