Ninho da Nação

Os leitores do Ninho entrevistam Gustavo de Conti

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Nesse sábado, o Flamengo estreia no NBB contra o Minas, às 12h:50min, em Belo Horizonte.

O atual campeão enfrentará uma das equipes que mais se reforçaram para a próxima temporada. Foram oito contratações: Alexei, Davi Rossetto, Gui Deodato, Alex Garcia, Farad Cobb, Shilton, Tyrone Curnell e Devon Scott.

Essa turma toda se junta Leandrinho, a estrela da equipe.

E nessa expectativa para a estreia, os leitores do Ninho poderão formular perguntas para Gustavo de Conti, treinador Rubro-Negro.

Basta mandar na caixa de comentários que ele irá responder.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

4 thoughts on “Os leitores do Ninho entrevistam Gustavo de Conti

  1. Bom dia Gustavinho…. parabéns Pelo ótimo trabalho….queria saber se a diretoria ainda pretende contratar um pivô experiente para essa temporada? Foi comentado até o nome do Vitor Faverani , que na minha opinião agregaria mais qualidade a essa equipe….Rumo aos Títulos LDA e NBB.

  2. No G-league Challenge ficou nítido que o Flamengo sofreu contra equipes que tinham um pivô “de ofício”, já que Mineiro e Demétrio embora sejam bons marcadores, não são necessariamente pivôs e além disso são jogadores mais leves. Diante disso minha pergunta é: Há planos do Flamengo trazer um pivô “de ofício” tal qual tínhamos o Varejão? A outra pergunta é: além do Pedro Nunes e do Matheus que chegaram essa temporada, há a expectativa de se aproveitar mais algum jogador da base no time principal? Há algum jogador na base do Flamengo que possa seguir os passos das revelações que o Paulistano teve sob seu comando, tal como Yago, Dikembe, Georginho, etc?

    No mais, boa sorte nessa nova temporada e vamos em busca dos títulos. Confiamos no seu trabalho.

  3. Parabéns ao André, por mais essa iniciativa, e ao Gustavinho, pelo excelente trabalho!
    Aqui vai a pergunta:
    1) No ano passado você disse que a intenção era implantar um sistema mais baseado na velocidade, no jogo de transição e nos arremessos de 3, e ao longo da temporada o time se encontrou jogando de forma mais cadenciada, em meia quadra, se apoiando em Varejão na construção dos ataques de dentro para fora. Como foi essa mudança? Foi pensada por você, sugerida pelos jogadores ou aconteceu naturalmente?

  4. Aqui vão mais perguntas, se puder:
    2) O que mais te surpreendeu positivamente na temporada passada? Houve algum jogador que rendeu muito além do que você esperava ou alguma situação que foi muito melhor?

    3) Em relação à temporada passada, perdemos um excelente reboteiro (Varejão) e dois bons defensores de perímetro (Davi e Crescenzi). Por outro lado, nossos dois pivôs são mais ágeis e móveis. Isso muda completamente a defesa para essa temporada? Como você pensa em organizar o time defensivamente neste ano?

    Obrigado ao André, e parabéns pela iniciativa! Parabéns ao Gustavo pelo excelente trabalho!
    Paulo Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *