Ninho da Nação

Flamengo termina em quarto lugar na NBA G-League International Challenge

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

O Flamengo encerrou sua participação no NBA G-League International Challenge em quarto lugar, após ser derrotado no sábado, na semifinal, e no domingo, na disputa do terceiro lugar.

Na semifinal, o Rubro-Negro perdeu para o Elite G-League NBA por 87 x 83, com destaque para Marquinhos, autor de 24 pontos, seis rebotes e cinco assistências. Além de Rafael Mineiro com 17 pontos e oito rebotes.

Nessa partida, o Flamengo demonstrou poder de reação ao sair de um 41 x 33 no intervalo para 66 x 63 ao final do terceiro quarto. No entanto, a inconstância do time de Gustavo de Conti reapareceu, e os americanos arrumaram uma corrida de 10 x 0 para voltar à liderança do placar.

Já na disputa do terceiro lugar, derrota para um combinado de destaques da Liga Uruguaia por 89 x 81. Leonardo Demétrio, que já havia marcado nove pontos e oito rebotes contra o San Lorenzo, foi o cestinha da partida com 19 pontos, sendo 17 marcados nos primeiros vinte minutos.

O resultado final não diz o que foi a partida. O Flamengo foi para o vestiário com 53 x 44 no placar, após ter aberto 17 pontos de vantagem: 45 x 28. Porém, no período final, viu o adversário fazer 24 x 9 para virar o jogo. Um quarto final para ser esquecido.

Um balanço do torneio:

– Foram quatro jogos, com três derrotas e apenas uma vitória contra o San Lorenzo.

– De positivo, muito mais interessante essa série de jogos contra equipes de diferentes estilos do que se aventurar em pré-temporada na NBA, que tem mais nome e glamour do que resultado prático.

– O Flamengo chegou a fazer jogo duro contra o Bayern de Munique (62 x 64; 66 x 64; 68 x 66), mas faltou frieza na definição. A equipe chegou a liderar bem as duas partidas em que foi derrotada, porém, fracassou no último quarto.

– As inconstâncias nos minutos finais devem-se, principalmente, pela falta de ritmo. O que deve evoluir com o tempo.

– Marquinhos, Zach Graham e Olivinha foram os principais destaques do Flamengo.

– Bom torneio do Léo Demétrio, vai ser uma das grandes armas da equipe tanto em termos ofensivos como em rebotes.

– Decepção com Franco Balbi e Leron Black.

– Deryk teve alguns bons momentos e fica a expectativa para que cresça de produção.

– Mineiro fez seu melhor jogo na semifinal, quando anotou 17 pontos. É um bom jogador para o elenco, mas longe de ser o pivô que o Flamengo precisa.

– A imprensa local repercutiu justamente a falta desse jogador. Reconheceram a versatilidade do elenco Rubro-Negro, mas, sem um atleta dentro do garrafão, haja estratégia para Gustavo de Conti armar o Flamengo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

4 thoughts on “Flamengo termina em quarto lugar na NBA G-League International Challenge

  1. Foi uma experiência interessante. Independente das 3 derrotas, foi bom pra termos jogos de nível um pouquinho melhores antes do início da NBB.

    O que pude ver é que o Zach realmente aparenta ter sido uma bela aquisição. O trio de perímetro com Balbi, Zach e Marquinhos tem tudo pra ser destruídor e tira bastante a responsabilidade do Balbi de pontuar. O Zach é pontuador nato.

    O Deryk continua nesse momento a ser muito parecido com o do ano passado. É claramente bom jogador, pode ser inclusive um cara clutch, não tem medo de ter que pontuar, ter que fazer cesta… Mas parece que não tem cabeça, toma decisões precipitadas. Falta ainda um pouco pra ele chegar onde pode. O Pedro Nunes por sua vez parece não estar tão pronto pra ser aproveitado efetivamente num time que briga lá em cima como o Flamengo. Vamos ver.

    As duas surpresas vem na ala-pivô. O Léo Demétrio uma surpresa positiva, mostra ser bom jogador, técnico, frio, briga por rebotes, bom jogador. Já o Leron Black me assustou um pouco. A primeira (e claro, precipitada…) impressão é de que ele será mais um Nesbitt: bom jogador, mas pra jogar 10-12 minutos e fazer determinadas funções durante um jogo. O que não é o esperado quando contratamos um gringo. Ou seja, mais um ano em que dependeremos do Olvinha manter o alto nível por muitos minutos. O ideal seria que chegasse esse gringo pra tomar conta da posição, mas enfim.

    De resto, nada de novo. O Olivinha continua sendo fundamental, o Jhonathan Luz é um excelente jogador de rotação, gosto muito dele, assim como o Mineiro é um cincão ótimo para o banco.

    E aí vem a grande questão. Pra mim é um erro começarmos a temporada e colocar a Liga dos Campeões (e inclusive a primeira fase da NBB) em risco tentando jogar sem pivô ou jogando com planejamento de trazer um pivô apenas para janeiro. Essa é a única lacuna (e pra mim, clara) do elenco, portanto deveria ser prioridade. Entreguem o elenco completo na mão do Gustavinho e teremos uma chance maior do que menor de sucesso.

    Abraços,

  2. O Deryk tem que entender que o jogo dele não é só bola de três, principalmente considerando que já foi armador. No quarto decisivo contra Franca ele fez 12 pontos, sendo 6 deles com infiltração. O Mineiro é um reserva ideal pela versatilidade pra jogar na 4 ou na 5, mas não deve ser o titular pra esta posição, poderá comprometer a temporada inteira. No jogo contra os americanos da G-League, se o Varejão estivesse em quadra, faria um estrago, tendo em vista a baixa estatura do adversário. O Levron parece que tá sempre desinteressado ou cansado, ele joga muito mais que isso.
    Na entrevista do Gustavinho para o pessoal do Garrafão Rubro Negro ele deixou entender que o orçamento pra temporada já está comprometido, quando diz que, “quem sabe pro próximo semestre se aparecer mais uma receita contrataremos mais um jogador”, no entanto, pra mim o Flamengo deveria contratar um pivô nato nem que fosse de nível abaixo do sonhado.Quando o campeonato paulista for terminando pra determinadas equipes dá pra buscar um pivô, não é impossível.

  3. Minha opinião é essa também sobre o pivô: temos que trazer alguém, ainda que não seja consagrado. Precisamos tentar e não arriscar ficar “sem pivôs” (ou no caso, só com Mineiro).

  4. Murilo Becker acertou com o São Paulo, que tem o Georginho jogando uma barbaridade e que perdeu o Holloway por contusão.
    Amanhã termina o contrato do Varejão com o Flamengo.
    Bem decepcionante a participação do Flamengo na Liga de Desenvolvimento. Time é cheio de contratações, ou seja, atletas que não trabalham e se desenvolvem dentro do clube, bem diferente dos times paulistas que com muito mais conjunto, chegaram pelo 3º ano consecutivo as finais. O Flamengo perdeu todos os jogos decisivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *