Ninho da Nação

Filipe Luís e Rafinha: os laterais construtores do Flamengo

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Além de serem duas contratações simbólicas, de um Flamengo saneado economicamente e forte estruturalmente, capaz de atrair os olhares de jogadores com mercado europeu, as chegadas de Rafinha e Filipe Luís transformaram as laterais em peças decisivas para a organização do Rubro-Negro dentro de campo.

Após padecer com Rodinei e Pará na direita, tendo na esquerda um nível um pouco melhor com Renê e Trauco, finamente a torcida conseguirá desfrutar dois laterais de alto nível, desde Léo Moura e Juan há mais de dez anos.

Filipe Luís estreou ainda fora de ritmo e foi facilmente envolvido pela velocidade do Bahia. Porém, a cada jogo, fica evidente sua importância e técnica. Em Salvador distribuiu apenas 42 passes. Já contra o Grêmio chegou a 48, contra o Vasco 52 e contra o Palmeiras explodiu em 75 passes trocados.

Ainda não deu assistência, mas a quantidade de passes que antecedem o lance decisivo para gol ou para finalização é enorme. A chamada: “pré-assistência”. Com aproveitamento de 71% nas bolas longas e 90% dos passes em quatro jogos, é dele o toque que rompe as linhas e quebra a defesa adversária.

Rafinha com mais ritmo e entrosamento, chegou ainda no intervalo da Copa América e pôde ter mais tempo livre para aprofundar os métodos de Jorge Jesus. Em seis partidas pelo Campeonato Brasileiro, já distribuiu seis assistências. Apresenta ainda um percentual de 89% de acerto nos passes e 73% nas bolas longas.

Na brilhante vitória contra o Palmeiras por 3 x 0, foram os dois jogadores que mais tocaram na bola.

Contra o Inter, no Beira Rio, só ficaram atrás de Diego Alves, o jogador Rubro-Negro que mais tocou na bola na partida que valeu a classificação pra semifinal da Copa Libertadores:

No mapa de calor, os laterais comandaram o Flamengo, com Gérson sendo o dono no meio de campo – o terceiro que mais tocou na bola.

Os três ainda estão longe da forma física ideal, do melhor entrosamento, afinal, chegaram no meio da temporada e enfrentando partidas decisivas. O que significa um Flamengo que encanta a todos pelo excelente futebol, mas que não chegou no topo do que esse elenco pode alcançar. Talvez isso só ocorra no ano que vem.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *