Ninho da Nação

A repercussão da imprensa gaúcha após a vitória do Flamengo contra o Inter

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

“Em quatro minutos o sonho do Internacional de conquistar a Copa Libertadores começou a desmoronar”. É um dos trechos da matéria do jornal Zero Hora, de Porto Alegre, após a vitória Rubro Negra por 2 x 0, no Maracanã.

A imprensa gaúcha destacou a postura do Inter em ficar na defensiva, à espera do contra-ataque:

“Diante de um Maracanã cheio e com a torcida adversária entusiasmada, o Inter adotou uma postura defensiva nos movimentos iniciais, enquanto que o Flamengo se postava quase todo no campo de ataque. Apesar do entusiasmo dos locais, o Inter conseguiu controlar bem as ações. Com Edenilson, que se recuperou em tempo da lesão muscular na coxa esquerda, e Rafael Sobis no lugar de Nico López, o Inter buscava encaixar um contra-ataque”.

Os dois gols do Flamengo foram relatados dessa forma:

“Aos 29 minutos, porém, o Flamengo recebeu um presente dos deuses. Ou melhor, de Edenilson. O camisa 8 perdeu a bola na entrada da área carioca. Em três toques, Gerson surgiu na área colorada, Lomba e Bruno evitaram que ele chutasse a gol, mas o meia passou para Bruno Henrique, que bateu para o gol sem goleiro e fez o 1 a 0.

De repente, o sonho dourado do Inter começou a se transformar em pesadelo. Depois do primeiro erro, uma nova falha de marcação começou a traçar o destino colorado no jogo – e talvez na Libertadores. Bruno Henrique recebeu na área, com Cuesta marcando de longe, dominou e teve tempo de sobra pra ajeitar a bola, bater e vencer Lomba de novo: 2 a 0″.

A superioridade técnica do Flamengo e o trabalho de Jorge Jesus foram destacados:  

“Venceu quem tem grupo mais qualificado e que, depois de alguma espera, passou a confirmar dentro de campo aquilo que estava apenas no papel. Não há grandes reparos a serem feitos na atuação colorada. Houve erros, poucos, mas fatais diante de um adversário poderoso em suas individualidades.

A proposta do português Jorge Jesus está, aos poucos, se consolidando no Flamengo e é grande a possibilidade de, em futuro próximo, a equipe chegar a um novo patamar no futebol brasileiro. Basta harmonizar taticamente os valores individuais que praticamente proíbem os adversários de errar.

O Inter errou e pagou. Tais erros possivelmente não teriam o mesmo efeito contra a maioria dos outros times brasileiros, mas o Flamengo atual é daquelas equipes que não perdoam quem facilita”

Confira mais algumas manchetes:

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *