O retrospecto ruim do Emelec em mata-mata da Libertadores jogando no Brasil. E a inspiração do Flamengo para conseguir a virada

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Na expectativa pelo jogo de quarta-feira, contra o Emelec, pelas oitavas de finais da Copa Libertadores, o Flamengo terá a missão de buscar o resultado, diante da sua torcida, que esgotou todos os ingressos e lotará o Maracanã, após perder fora de casa por 2 x 0.

A torcida Rubro Negra tem horror a esse tipo de informação, mas é preciso conhecer e reconhecer o retrospecto da equipe equatoriana em jogos de mata-mata pela Copa Libertadores, até para desmistificar certos desafios que muitas vezes são exponenciados e causam estrago ao psicológico na Gávea.

Em mata-mata nessa competição, o Emelec fez três jogos em território brasileiro, nunca fez um gol e sempre perdeu por dois ou mais gols de diferença:

1995 – Grêmio 2 x 0 – Semifinal da Libertadores
2012 – Corinthians 3 x 0 – Oitavas da Libertadores
2013 – Fluminense 2 x 0 – Oitavas da Libertadores

Evidente que o objetivo não é diminuir o adversário, mas tentar entender que não se trata de um bicho papão invencível.

Um exemplo que o jornalista Mauro César Pereira lembrou nessa segunda-feira na ESPN Brasil é do River Plate, pelas quartas de finais da Copa Libertadores de 2017. Fora de casa, a equipe argentina foi derrotada pelo Jorge Wilstermann por 3 x 0. Na volta, em Buenos Aires, amassou a equipe boliviana sem dó nem piedade por 8 x 0, fazendo 3 x 0 (três gols de Scocco) com 19 minutos. Ao término do primeiro tempo, o River já havia feito 4 x 0 – o resultado que garantia a classificação.

Outro detalhe dessa partida: o River Plate sofreu com as perdas de Driussi e Alario, que formavam a grande dupla de ataque da equipe. Scocco havia chegado nas oitavas de finais da competição e não gozava de confiança do torcedor. Fez história, marcando cinco gols.

Que sirva de inspiração. O Flamengo não poderá deixar o Emelec respirar. O Rubro Negro precisará mostrar sua força, mesmo em uma competição com retrospectos desfavoráveis e traumáticos ao torcedor da Gávea. Essa deve ser a mentalidade.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

8 thoughts on “O retrospecto ruim do Emelec em mata-mata da Libertadores jogando no Brasil. E a inspiração do Flamengo para conseguir a virada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.