quarta-feira, 22 de julho de 2015

Reunião decisiva na política Rubro Negra. Torcemos pela união!

O Flamengo terá nesta terça-feira um dia decisivo politicamente.

Segundo informa o jornal O Globo, uma reunião colocará frente a frente os integrantes da diretoria, incluindo dois candidatos em potencial a governar na próxima gestão: Eduardo Bandeira de Mello e o vice de patrimônio Wallim Vasconcelos.

A expectativa é que se defina de qual lado os vice-presidentes estarão. Quem não apoiar o Bandeira, deve ser desligado da diretoria e começar a campanha eleitoral fora do poder.

Desde o começo a ideia nunca foi ter uma figura personalista, pelo contrário, decisão colegiada alinhada à credibilidade dos nomes dispostos a assumirem a Gávea sempre foi o modelo proposto pelo grupo, tanto que quando ficou flagrada a inelegibilidade de Wallim, rapidamente escolheram o Bandeira, fato que serviu para ressaltar que o ponto forte da turma não era a figura do presidente, mas sim o conjunto da obra.

O problema (ou não) é que a figura do presidente ganhou vida própria e visibilidade, especialmente pelo seu esforço pessoal em conduzir a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte traduzida em Medida Provisória do Executivo. Não é nada absurdo Eduardo Bandeira de Mello ser novamente o cabeça da chapa.

Em fevereiro, aí sim temos um problema de fato, descontente pelas derrotas nas votações do Conselho Gestor e por não ter suas opiniões corroboradas pelo grupo, BAP deixou a vice-presidência de marketing e passou a ser oposição.

Porém, segundo matéria do jornal O Globo, 11 dias antes de deixar a diretoria aprovou a condução do nome do Bandeira à reeleição, assim como os demais vice-presidentes.

A divisão da chapa azul é ruim. Este blog torce pela união dos melhores nomes que colocaram o Clube em um patamar acima do futebol brasileiro em termos de credibilidade e gestão. Este blog torce para que não seja necessário escolher um dos dois lados nessa guerra que, com toda certeza, quem sairá perdendo será o Flamengo.

8 comentários:

Anônimo disse...

André,

Uma dúvida: se o racha se confirmar, quem o grupo SóFla apoiará? Essa pergunta já tem resposta?

Pergunto isso porque alguns veículos de imprensa têm divulgado que o apoio do SoFla seria para o EBM, mas recentemente li que o grupo teria feito críticas formais (circuladas aos sócios do clube - sou apenas sócio-torcedor) à diretoria.

Enfim, confesso que se tivesse a certeza de que a eleição ficaria apenas entre as duas dissidências da chapa azul, ficaria absolutamente tranquilo, independentemente de quem for o vencedor (embora eu prefira a turma do BAP, porque comecei a acompanhar os vídeos da Chapa Azul muito antes da impugnação da candidatura do Wallim).

SRN! Anderson

Joanilson Silva disse...

Se o Wallim so teve a vida ativa no clube em 2011 e precisa de 5 anos como ele vai se candidatar esse ano?!!! Nas minhas contas ainda não completaram os 5 anos ou sou tão ruim assim de matematica?

Independente de como a chapa azul se estruture alguma solução melhor q a decisão do colegiado tem q ser passada, pois o Wallim já foi Vice de futebol e não demonstrou conhecimento nenhum da area, e o colegiado q toma as decisões tbm esta longe desse conhecimento, precisa q seja passada uma nova estrutura para gerir o futebol, q o colegiado acompanhe de perto, trace metas, mas esses mesmo tomando decisão já vimos q não dá.

Blz contrataram o Guerrero, o Cirino, mas não temos uma base o Wallace continua capitão do time, o Bressan e o Para são muito fraco o tecnico parece esta bem perdido.

Não sou contra a Chapa Azul, mas entendo que precisam de uma nova estrutura para administrador o futebol.

Anônimo disse...

A nova estrutura do futebol seria proibir os burros dos técnicos de escalar 3 cabeças de área no time. A diretoria faz o que pode em relação ao time, mas os técnicos não cooperam, demite o Luxemburro e contrata outro que repete a mesma burrice de jogar com 3 cabeças de área, não tem trabalho fora de campo que resista a isso.
Intervenção no técnico não é algo popular no Brasil, a imprensa critica, o técnico fica reclamando e a crise só aumenta.
Será que após o jogo do Nautico e do Grémio o burro do Cristovão pode escalar 3 cabeças de área de novo??? Grande possibilidade.
Num futebol de técnicos porcarias a esperança sempre é que um encaixe no time que permita ao técnico ficar menos acovardado e covarde e preocupado apenas em não perder.

Joanilson Silva disse...

E quem escolhe os técnicos e mantém eles por mais de 4 jogos ñ vendo evolução? À diretoria é fraca na administração do futebol

Anônimo disse...

Já pensou mandar embora técnicos de 4 em 4 jogos??? A imprensa ia adorar. Bombardear e não deixar a diretoria em paz. E contratar um novo técnico depois de 4 jogos mandando embora o treinador??? Infelizmente essas coisas fogem o controle. Infelizmente o Flamengo não tem nomes de técnicos que gostariam de trabalhar no Flamengo, como o Tite(sempre no corintinhans). Infelizmente a turma treme no banco.

Joanilson Silva disse...

Definitivamente a diretoria não sabe estruturar o futebol e contratar técnicos, eu ñ vejo o tite como bom técnico é excessivamente defensivo.

Anônimo disse...

Então quem seria um bom técnico??? Se Tite não é. Marcelo Oliveira??? Trabalhou mal no Vasco. Muricy??? Felipão??? Contratar estrageiro??? Mais críticas e bombardeios de todos os lados.
Futebol não é fácil. A imprensa protege alguns clubes sempre elogiando(Inter, São Paulo, Corintinhans) outros só são atacados inclusive o Flamengo.
O inter super super foi completamente dominado e merecidamente eliminado.
Acho que culpar a diretoria muito fácil, mas qual seria a melhor estrutura?? E um técnico interessante que pudesse evoluir o time continuamente e não mandarmos embora em 4 jogos.

Joanilson Silva disse...

Não quis dizer q tem q mandar embora depois de 4 jogos, falei q se vc não ve um resultado futuro para o trabalho tem mesmo q mandar embora, se for bem contratado e for cobrado como tem q ser rapidamente vc consegue decidir se fica ou não. Eu particularmente não gosto do trabalho do Tite, sei q o cara foi campeão pelo timinho de são paulo, mas pra mim não é um bom técnico. Sim acho o Marcelo um técnico razoável, não ir bem no vice com o elenco q ele tinha na época e com a estrutura q existe lá não desmerece o cara, mas tbm não acho q seja técnico para o Flamengo, entendo q precisamos criar um trabalho no futebol minimamente decente, com contratações corretas e não no desespero como esta sendo todo o ano. O Vanderlei estava fazendo um bom trabalho, esse ano q tudo desandou, entendo q o culpado foi a diretoria q não conseguiu manter o técnico focado no trabalho, sim é culpa da diretoria quando as coisas não andam bem. Sei q os caras estão indo bem na parte financeira, mas q isso pode ser facilmente questionado pela oposição com investimentos errados no futebol. Então q a chapa azul continue, mas q consiga uma estrutura pelo menos decente de administração do futebol.
A impressa sempre vai falar mal ou super bem do Flamengo, temos a maior torcida a favor e contra, tudo do Flamengo da ibope, vende, temos q aprender a conviver com isso ou simplesmente viramos um time pequeno q ninguém vai falar mais da gente.
Sim culpar a diretoria é simples e é o q eu tenho mesmo q fazer, pois eles são os responsáveis pelos erros e acertos e quando acertam parabéns e quando eram tem q ser cobrados ou continuarão errando.
Sou ST e se o futebol continuar capenga e sem estrutura, vou deixar de ser, pois não vou jogar meu dinheiro no lixo, faço um investimento sendo ST e quando não vejo retorno posso decidir tirar.
Temos q entender q quem critica não quer afundar o time, mas sim cobrar melhor trabalho.