terça-feira, 16 de junho de 2015

Alexandre Póvoa e as novidades do basquete

Aqui você leu sobre as novidades da Arena multiuso na Gávea, agora o vice-presidente de esportes olímpicos conversa com o blog sobre os dois assuntos mais importantes desse final de temporada: renovação do patrocínio via ICMS com a TIM e a formação do próximo time.

Nas duas últimas temporadas o Flamengo enfrentou atrasos de salário, não por não ter orçamento, mas por problemas burocráticos na execução dos patrocínios incentivados. Para a próxima temporada o Clube dividirá em duas cotas o patrocínio via ICMS. A primeira empresa já fará um aporte imediato para garantir os salários até o final do ano e a diretoria terá até janeiro para concluir os trâmites com a TIM.

Confira:


RENOVAÇÃO DO PATROCÍNIO VIA ICMS

Na semana passada, estivemos juntamente com os atletas de basquete em reunião com o Secretário Estadual de Esportes, Marco Antônio Cabral, em visita institucional para levarmos a taça da NBB, já que o Governo do Estado tem grande participação nesse projeto por conta da Lei de Incentivo de ICMS. Lá, acertamos novas iniciativas importantes em nossa parceria em termos de contrapartidas sociais, como a criação de núcleos de basquete em diversos bairros, com a chancela do Flamengo e com recursos da própria lei de incentivo.

A parceria está indo bem e não estamos vendo problemas na renovação da Lei de Incentivo em valores parecidos com o da temporada passada. Outra empresa deve aportar parte dos recursos imediatamente, o que nos dará tranquilidade pelo menos até o final do ano, para buscarmos o restante do dinheiro que normalmente entra em janeiro. Sky e Estácio renovaram em bases melhores para o Flamengo.


RENOVAÇÃO E CONTRATAÇÕES

Prefiro falar do processo de renovação da equipe como um todo. Não vou falar de jogador individualmente, enquanto a renovação não estiver consumada ou descartada. No Flamengo, temos como norma discutirmos renovações de contrato ou novas contratações somente ao final da temporada. Por uma questão de respeito aos nossos atletas e foco nas decisões.  Os ônus de chegarmos à todas as finais são dois: Termos que pagar premiação (rs) e começarmos sempre atrasados na formação do elenco para o ano seguinte.  Aliás, sobre o primeiro ponto, destaque-se que vamos conseguir ter 100% de todas as nossas obrigações (salários/premiações que pegamos atrasados em janeiro/12 e todas as obrigações restantes – incluindo a premiação da NBB7) até outubro desse ano. E tendo ganho quase tudo. Pela primeira vez, vamos conseguir começar uma temporada “zerados” de dívidas. Parece somente obrigação, mas pelo estado em que encontramos o clube e os diversos problemas que enfrentamos, tenho bastante orgulho de termos conseguido arrumar a casa e dado tranquilidade aos jogadores para se concentrarem somente na quadra.

Quanto ao elenco: Já conversamos olho no olho com todos os atleta individualmente, em um papo super-franco  que consideramos fundamental para qualquer renovação, independente de dinheiro. Fizemos algumas propostas e estamos negociando agora, tudo dentro da normalidade.

Mas é claro que temos que melhorar o time sempre, após a avaliação, junto com a Comissão Técnica. Como sempre, estamos buscando novidades para surpreender os adversários e reforçar nossas fragilidades. Planos B são sempre discutidos.

Iremos enfrentar a valorização natural de nossos jogadores e sonhos de jogar na Europa e até na NBA. Mas estou otimista. Temos plena consciência de que, após o estágio que alcançamos, jogar no Flamengo, em termos de Brasil, é bastante atrativo hoje em dia. Conseguiremos fazer um time forte e melhorar ainda mais nossa estrutura. A formação do elenco é um dos pilares para o sucesso na temporada. Não em data. Precisamos ter calma, não nos precipitar, mas sem sermos lentos, Lembrando que o Flamengo é maior que todos nós, dirigentes, comissão técnica, jogadores ou torcedor.

14 comentários:

João Duarte disse...

Não entendi isso de outra empresa aportar parte dos recursos. O que significa na prática? A TIM deixará de patrocinar ou patrocinará com apenas parte da verba aprovada pelo ICMS? Ou esse outro patrocínio é via verba direta, sem ser incentivada?

Abraços!

André Amaral disse...

João

Também não entendi. Perguntei pro Póvoa para esclarecer. Pela lógica seria uma empresa com patrocínio direto. Esperar ele responder e posto aqui.

Abraços!

Lucas disse...

Hoje há, na minha opinião, 2 jogadores muito difíceis de serem substituídos no Flamengo. Marquinhos e Laprovittola, especialmente o primeiro. Não só pela qualidade, mas pela forma que encaixaram no time e na aura rubro negra. Tomara q os dois fiquem! Sabemos da dificuldade. De qualquer forma, fica a certeza que independentemente dos nomes, permaneceremos com um time forte!

Matheus P. disse...

Gostaria de entender porque o Flamengo não revela jogadores no basquete, seria falta de investimento, falta de espaço devidos as várias estrelas, falta de estrutura? Alguém tem uma opinião a cerca disso? Torço muito para que a Arena McFla seja logo aprovada, será fantástico ter uma casa para os esportes olímpicos! Abraço.

Daniel Dias disse...

Obrigado André pelas qualidades dos posts e das informações: sobre a arena e do basquete agora.

Também fiquei na dúvida se será patrocínio direto ou vão dividir em duas cotas via ICMS. Acho que é a primeira tese mesmo, para entrar no lugar da Peugeot.

Abraços

Barreto disse...

Amigos,

Eu entendi que vem um outro patrocínio direto até o final do ano e que daria suporte financeiro até dezembro , quando então deve entrar a grana do patrocínio incentivado.

Pelo tom do Póvoa parece que vem alguma novidade, segundo ele para surpreender.

Parece que o panorama é bem melhor do que tínhamos em junho de 2014.

André Amaral disse...

Amigos, o Póvoa respondeu:

A Lei de Incentivo de Icms (como a de IR) pode ter vários patrocinadores : se projeto eh de 8 milhões de reais, tanto faz termos 1 patrocinador de 8 , dois de 4 ou 8 de 1. Teoricamente , seria melhor até ter 8 patrocinadores de 1 milhão , pelo risco mais pulverizado. O problema eh o espaço na camisa para tanta gente .... Rs

Nos últimos 2 anos, dependermos de somente uma empresa para 100 por cento do projeto. Se o dinheiro sai em julho, maravilha. Dinheiro na conta, ano garantido. Porém, se o dinheiro somente eh liberado pelo patrocinador em janeiro do ano seguinte, como aconteceu na temporada passada, eh um desespero.

O que disse eh que nesse ano, já temos uma patrocinador para colocar parcialmente recursos em nosso projeto incentivado de forma imediata, o que nos garante certa tranquilidade no segundo semestre nesse ano. No entanto, ao longo dos próximos 6 meses, teremos que conseguir mais um ou mais patrocinadores para contemplar o valor remanescente do projeto.

Anônimo disse...

A minha impressão é de que vão dividir o patrocínio via ICMS em duas quotas, que serão compradas por duas empresas. Uma delas parece ser a TIM, que ficaria com a segunda.

Mas posso ter entendido errado...

SRN,
Gomide.

André Amaral disse...

É isso mesmo Gomide.

Barreto disse...

André

Pelo tom do póvoa parece que há possibilidade de aprecer alguma novidade na CONTRATAÇÃO.
Você tambem teve essa impressão?

SRN

Joanilson Silva disse...

Não da para dizer q o planejamento é errado se o time ganha tudo e monta um excelente elenco, mas não entendo como desrespeito de nenhuma parte se o Flamengo sondar algum outro jogador para o elenco, pois contratar alguem não significa dispensar jogadores que temos no elenco, acho q esse detalhe de procurar jogadores de times q não estão mais no campeonato antes de terminar a nossa participação poderia ser revisto, pois ganharia poder de barganha.
Precisamos muito rever a nossa formação de base, pois pelo visto apesar da comissão tecnica os jogadores não estão evoluindo.

Barreto disse...

Joanilson

Ética é ética. Não existe ética mais ou menos. Entrar em contato com jogadores que não estão mais no campeonato, não é uma boa prática e os contatos preliminares acabam aparecendo na imprensa e isto vai sempre gerar um desconforto no elenco. Acho que o Flamengo está muito certo em adotar este procedimento.

Quanto a formação na base isto é uma tarefa de médio e longo prazo. O Fla ficou muitos anos estagnado neste aspecto. Em breve os resultados apareceram com os jogadores que agora Tem 16 anos ou menos.

Barreto disse...

As negociações estão demorarando eim !!!!

J. P Batista, campeão francês pelo seu time, está querendo voltar.

Em termos de NBB seria, sem dúvida, um pivô dominante e podeia ser uma boa contartação.

Joanilson Silva disse...

Continuo não vendo como falta de etica procurar jogadores que já não estão mais disputando o campeonato, ate pq com isso só vão sobrar os estrangeiros e não podemos inscrever mais do q 3.

Poderia ser uma boa, mas imagino q esteja muito caro, teriamos q abrir mão de alguma estrela ou algum patrocinador q topasse bancar.