sábado, 14 de março de 2015

Dossiê Liga das Américas de Basquete. A análise completa do Pioneros


O Flamengo começa nesse sábado a luta para conquistar o bicampeonato da Liga das Américas. Às 20:15 a bola sobe. Antes, Bauru e Peñarol se enfrentam pela outra vaga na grande final.

Foi apenas uma derrota nessa competição, justamente para o Pioneros, na primeira fase, quando a equipe já estava classificada e o primeiro lugar já estava garantido.

O time Rubro Negro foi derrotado por 86 x 81, após dá show no primeiro quarto: 31 x 17 (com 14 pontos do Herrmann) e fechar o primeiro tempo na frente: 54 x 47.

Mas tudo desandou no terceiro quarto quando os mexicanos abriram 23 x 09. O Flamengo ainda teve chance de voltar a liderar a partida no quarto final, porém não foi preciso nas bolas de três.

Lembremos que a equipe de José Neto não pôde contar com Marquinhos e Gegê.

Esse confronto lembra muito o Aguada do Uruguai na Liga passada. A equipe uruguaia jogou a primeira fase e o quadrangular semifinal em casa, chegou ao Final Four sem saber o que era pressão contrária. Pisou no Maracanãzinho e foi amassado pelo Flamengo.

Assim como na duas fases anteriores, o blog entra novamente em contato com dois jornalistas especialistas em basquete latino para analisar o Pioneros.

Confira:




Daniel Mérida:

O vencedor da Liga das Américas de 2012 viaja para o Rio ansioso para repetir o título e tem opções para isso. Com o porto-riquenho Manolo Cintron no banco e Justin Keenan como a principal estrela do time na pista, Pioneros de Quintana Roo tem  o atual campeão Flamengo como o primeiro passo para obter o cetro do Americas League FIBA.

Um grupo importante de jogadores mexicanos e jogadores importados são os ingredientes que têm Manolo Cintron para cozinhar um Pioneros campeão.

"Estamos muito confiantes, grande fé que devemos e podemos jogar bem e temos grandes oportunidade de conseguir a vitória", explica o experiente treinador. "Eu acho que fizemos um bom trabalho físico e agora taticamente o que apresentamos, vai ser algo interessante. Vamos com tudo. Nós preparamos bem e aceitamos o desafio de jogar a Final Four da Liga das Américas como a única equipe mexicana".

O armador Denis Clemente, os alas Stephen Soriano e Romel Beck e pivôs Joaquín Villanueva e Jesus López são a base mexicano Hiram que começou a temporada e mais tarde acrescentou Brody Angley e internacional Héctor Hernández, que começou a temporada jogando na Europa.

Seus reforços estrangeiros cobriram três posições-chave: o armador Wilfredo Pagan, Shane Southwell para a frente e poder para a frente Justin Keenan, que é o seu melhor jogador, com média de 17,7 pontos e 7,6 rebotes por jogo.

Além de Justin Keenan, outros quatro jogadores excedem a dez média de pontos nas Américas League FIBA: Romel Beck (14,7), Denis Clemente (12,3), Héctor Hernández (10,7) e Brody Angley (10,0).

"A adição de outro título da Liga das Américas seria a melhor recompensa por todo o trabalho duro que fizemos ao longo desta temporada", diz Jesus Lopez Hiram antes da Final Four. "Seria um sonho e uma meta cumprida para mim, para o clube pioneiros, bem como Cancun e México.

O Flamengo vai enfrentar um adversário difícil nas semifinais, uma equipe com experiência nestes torneios, com um muito competitivo, profissionais versáteis e muitas opções ofensivas diferentes. Certamente, José Neto prepararam uma tática defensiva para controlar esta vasta gama de Pioneiros ofensiva e, acima de tudo, um jogador que sempre mostra um desempenho superlativo como Justin Keenan. Que com o show!



Sajhid Dominguez

Pioneiros de Quintana Roo ... .. O patinho feio?

Pioneiros Q.Roo ou bombardeiros do Caribe, como são conhecidos por seu fãs na cidade caribenha de Cancun, no México, está de novo presente no Final Four da Liga das Américas, torneio que é considerado o mais importante da FIBA América

Enquanto na estrada eles passaram um grande esquadrões do continente e impôs uma derrota para o atual campeão Flamengo no Brasil, os pioneiros chegar a terras cariocas como o "patinho feio" da concorrência, que é o adversário mais fraco, a equipe de que ninguém aposta, mas que sua torcida cada vez mais aposta no título.

E os bombardeiros Caribe nos últimos anos têm sido no top nacional de basquete mexicano, bem como no continente, uma vez que é o único clube no México por ter vencido esta competição internacional e neste fim de semana tentará obter a aprovação deste façanha foi alcançada em Formosa, Argentina há três anos e em que o mesmo foi considerado equipa "menos perigosa"

Os comandados de Manolo Cintron viajou para o Rio de Janeiro com orgulho e coragem que caracteriza os mexicanos em muitas competições internacionais, além da motivação para endossar um título. O Pioneros tem uma imagem de um quinteto principalmente defensivo, que é o toque de treinador porto-riquenho Manolo Cintron que está há duas temporadas, mas não deixa de fora a força ofensiva.

É uma equipa com uma transição rápida em ambos os lados da quadra, e que conta com três jogadores com grande confiança e solidez para levar a bola: tanto Dennis Clemente como Brody Manjarrez impõe velocidade para atacar e uma defesa ferrenha no um contra um . Enquanto isso tem o bom Willy Pagan, terceira opção no banco de reservas e sua entrada na quadra significa cérebro, cautela e tiros de três pontos.

Mas você não pode perder de vista Romel Beck, que é o jogador que vem do banco com média de mais de 14 pontos por jogo, mesmo que a defesa não seja sua especialidade, ele ajuda seus companheiros de equipe nos momentos certos.

O jogador 100% defensivo é o capitão Stephen Soriano, que não é à toa ganhou o título de melhor defesa da Liga Nacional de Basquete Profissional do México, Soriano é capaz de defender qualquer jogador ainda mais peso ele sempre colaborar com rápido contra-ataque.

Não podemos perder de vista Hector Hernandez, um jogador que fez parte da seleção mexicana que participou da última do mundo da arte na Espanha e é também um dos poucos que foi consagrada em 2012 como um campeão do continente. Hernandez é um dos jogadores mais completos do time, com média de 10 pontos por jogo, é tiros letais médias e longas distâncias e pode atacar a cesta na penetração sem nenhum problema.

A referência do Pioneros, tanto no ataque quando na defesa é Justin Kenan. Está passando por seu melhor jogo de pontuação mesmo média e longa distância, é a referência para os Bombers Caribe na pintura.

Shane Southwell é um cara jovem recém-saído das fileiras da NCAA e que lhe custou o jogo adaptar aos mexicanos, mas quando ele encontrou o seu caminho tornou-se fundamental para o treinador Cintron. Este jogador é de 23 anos, capaz de executar todas as jogadas projetadas e de defender cada centímetro do alvo e também marcar facilmente em tiros e penetrações.

No banco o Pioneros pode ser encontrado jogadores como Jesus "Chino" Lopez, que é o descanso para os cargos da equipe, uma vez que vai para o jogo com todo o poder que seu físico permite, assim como Joaquín Villanueva, que com minutos de jogo consegue estar presente no garrafão.

O esquadrão de Quintana Roo é uma equipe equilibrada em ambos os setores, a sua fraqueza em algum momento poderia ser a sua falta de jogadores experientes dentro do garrafão, mas resolveu seu problemas com grandes tiros média e longa distância.

Se conseguirem recuperar a bola nos rebotes ou diminuir seus erros nas bolas longas, os cancunenses têm uma boa chance de ter um bom papel neste final four.

5 comentários:

Victor Gomide disse...

Juro que cheguei a acreditar que a segunda definição fosse do time do San Antonio Spurs do ano passado ou do Golden State Warriors desse ano. Tem certeza de que não me confundi?!

Bcb disse...

Concordo com o comentário do Victor, os mexicanos carregaram na tinta ao analisarem o time local.
Do jeito que eles colocam, seria melhor o Flamengo nem entrar em quadra, todos os jogadores são craques (até o 10 homem!haha) e o time é uma máquina de basquete, azeitada.
Porra, menino Ninho, tem certeza que esse pessoal não trabalha para o Pioneros?kkkk

André Amaral disse...

Sem clubismo amigos, hein? Hahaha

Anônimo disse...

Afina!!! É liga das americas ou taça intercontinental??? Daqui três horas iremos ver isso! O flamengo só perde para esse time se estiver muito sem foco! Vamos aguardar. Abraço a todos e bom jogo!

Anônimo disse...

Num deu... uma pena.

orlani junior