sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Flamengo volta suas atenções ao NBB. E uma conversa com o treinador José Neto


O Flamengo agora volta suas atenções para o NBB. Depois da classificação para o quadrangular da Liga das Américas, a equipe Rubro Negra enfrenta o Bauru, fora de casa, às 19h:30min.

Estão de volta o ala Marquinhos e o armador Gegê.

O blog entrevistou o treinador José Neto, confira:


Vimos um Flamengo na Liga das Américas, mesmo com apagões, diferente do NBB. Qual foi o grande diferencial de um time para uma competição e para outra?

Temos uma equipe experiente, com jogadores sabendo muito bem que no formato da LDA todos os jogos são decisivos. Mesmo com um grupo limitado nas rotações devido às ausências do Marquinhos e Gegê, pudemos suportar bem a qualidade das três equipes e a sequência das partidas. O Flamengo sempre teve um diferencial que é a equipe, e agora não foi diferente.


A suspeita de dengue do Marquinhos  te deu a oportunidade de voltar com Olivinha de titular e o Herrmann na ala. Essa escalação te agradou? Vai manter o Herrmann na posição três?

Temos uma equipe com jogadores de qualidade que permite que o quinteto inicial seja mudado sem problemas. Esta alteração do Olivinha iniciando a partida já ocorreu contra o Paulistano no NBB, antes do problema de saúde do Marquinhos. Portando o quinteto inicial não é uma preocupação.


Laprovittola começou a temporada jogando mal, bem diferente do ano passado. Porém nos últimos cinco jogos ele tem sido o protagonista. Como tem sido esse processo de fazer o argentino voltar a atuar bem?

Nicolas é um jogador de muita qualidade. Como todo mundo, pode passar por momentos de dificuldades. Mas isso pra nós já é passado. Isso também é um trabalho de equipe em que todos puderam ajudá-lo neste momento.


O Flamengo ainda tem alguns apagões durante os jogos. Contra o Malvin a diferença chegou a cair para seis pontos e você interviu pedido tempo e o time reagiu. Contra o Pioneros a diferença era de 17 e conseguiram virar. Essas inconsistências são trabalhadas de que forma?

O basquete é um jogo dinâmico. As duas equipes que foram citadas são equipes de qualidade com jogadores experientes. Não vejo como um apagão da nossa equipe mas como uma melhora do adversário que precisamos conter. Da mesma forma que abrimos uma diferença a nosso favor não pela fragilidade do adversário mas acredito que pela qualidade da nossa equipe.

Temos um trabalho de preparação pro jogo excelente realizado pela comissão técnica , onde procuramos passar aos nossos atletas as situações mais utilizadas pelo adversário para que possamos estar preparados.


Como estão Marquinhos e Gegê para os próximos jogos? 

Estão liberados pelo departamento médico. Agora é colocá-los gradativamente para que possam estar em condições ideais.


Como derrotar o Bauru com seus 13 jogos invictos?

Jogando um basquete que acredito ser necessário para vencer qualquer adversário. Praticando uma excelente defesa e fazer um jogo coletivo ofensivamente.

15 comentários:

Barreto disse...

As respostas do Neto às perguntas formuladas nas diversas entrevista que tive a oportunidade de ver, se mostram extremamente evasivas e politicamente corretas. Suas respostas nada dizem , muito pelo contrário. Outro dia ouvi uma entrevista dele dizendo que nesta temporada tem 12 times lutando pelo título. Nunca quer se comprometer. Muita chatas as suas entrevistas.

André Amaral disse...

Verdade Barreto. Rendem pouco mesmo as entrevistas com o Neto. Uma pena. Podia fazer análises mais profundas, detalhadas, dizer o que pensa, o que acha melhor, o que gostou e não gostou. Abraços.

Anônimo disse...

Pode pegar umas aulinhas com o Póvoa...

Barreto disse...

André Amaral,

Mudando de assunto completamente. Você sabe quantos votos o Fla teve a favor e quantos teve contra no julgamento do STJD ?

Lucas Dantas disse...

Ele não quer se indispor com o grupo, mas tomara que tenha observado que a formação com Olivinha e Herrmann funciona melhor que qlq outra.

Lucas Dantas disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ruy Moura disse...

Caros torcedores rubro negros que comentam neste blog. Nosso basquete não rendeu contra o Bauru e perdemos com certa facilidade para o time adversário. Hermann e Marcelinho estão cansados e talvez sentindo o ritmo da competição. Não podem mais com a titularidade. Do que temos, o quinteto titular tem de ser Nicolas, Benite, Marquinhos, Olivinha e Jerome. Felício não faz sombra para Jerome e precisamos urgente de um jogador para a posição 5 se quisermos defender nossos títulos conquistados em 2014.

Ruy Moura disse...

Irritou ver o time campeão do mundo sem força para tirar a diferença de dois pontos e depois deixar abrir quase vinte pontos, com total facilidade para as infiltrações de Fischer e do abominável Alex, além das facilidades para o arremesso do Jéfferson. Até os sepultados Larry e Murilo fizeram a festa. Lamentável!

Barreto disse...


Atualmente o Bauru é um time bem mais equilibrado do que o Flamengo, principalmente pela quantidade de jogadores que participam da rotação mantendo o nível do quinteto inicial. Murilo vem do banco e joga no mesmo nível do que o titular. Sai O Ricardo entra o Larry, só para citar estas alternativas como exemplo.


Não temos rotação no Pivô, tanto é que o Felício quase não joga e quero crer que isto ocorre porque o técnico não confia nele ( jogou 6 minutos não pontuou e não pegou nenhum rebote ) . O GG quando entra consegue um desempenho pelo menos próximo do Nico?
Muitas coisas devem ser avaliadas para a próxima temporada? Falo da próxima temporada porque não é mais possível inscrever atletas para o NBB7.
Sei que muitos vão dizer que o elenco é melhor do que o da temporada anterior, mas
não havia na temporada anterior elencos que se comparavam ao flamengo e, por isso, a referência agora é outra. As pessoas responsáveis por planejar o elenco do Flamengo não contavam com a consistência de outros dois times nesta temporada: Bauru e Limeira. Tudo bem, ninguém tem culpa, mas precisamos planejar os próximos passos. Vamos esquecer o Marquinhos que ainda é o melhor jogador do Flamengo. Se o Flamengo perdesse hoje o Nico ou o Jerome, o que ocorreria. Ficaríamos certamente em posição inferior ao 4º lugar. Na próxima temporada a filosofia enxuta de montagem do elenco precisa ser mudada e, além disso, o elenco merece ser suprido com de pelo menos 2 jogadores de melhor nível, um para armador e outro para pivô.
Dois jogadores do atual elenco já renovaram por 2 anos, Jerome e Olivinha.
Levando em consideração este fato consumado, acho que mais 3 jogadores deveriam ter os seus contratos renovados: Marquinhos, Nico e o Benite.
Com relação ao Herrmann (?) e no caso do GG, Felício e Marcelo optaria pela não continuidade.
Asseguro que já havia chegado a estas conclusões há algum tempo, logo após a vitória no sufoco na final do NBB6 (se o adversário fosse um pouquinho o Fla teria perdido aquele jogo), mas preferir esperar um pouco mais para validar as minhas impressões. Mesmo que o Flamengo ganhe o NBB7 ou a Liga das Américas, ou ambos ( resultados já não mais tão prováveis ) a reformulação no elenco é indispensável, considerando que o Flamengo continuará tendo como meta o topo do basquete da América Latina..

J. Carlos disse...

Nico dificilmente fica no Flamengo pra 2015-16. Tanto que ele só renovou até Junho. Com ele, Marcelinho e Herrmann fora abriria um bom espaço na folha salarial. Partindo disso, deveriam ser mantidos somente Marquinhos, Olivinha, Meyinsse e Benite. Com isso o time titular poderia ser o seguinte: Rafael Luz (armador da seleção, hoje na Espanha), David Jackson (Limeira), Marquinhos, Olivinha e Meyinsse. Para a reserva teríamos Fúlvio (em baixa no Brasilia com certeza aceitaria um salário mais baixo) Benite, Toledo (excelente ala do Pinheiros, foi destaque do Mogi em 2013 após 10 anos na Espanha) e Gerson (pivô do Mogi que ja jogou na NCAA e barrou Paulo Prestes) e buscar um jogador da 3 estrangeiro, já que no Brasil nenhum chega próximo ao Marquinhos.

Barreto disse...

J.Carlos, o fato do Nico ter renovado até junho não significa que não irá renovar o seu contrato para a próxima temporada. Todos os contratos do basquete do Flamengo se encerram no início de junho quando termina a tempoarada. Excetuando-se os casos do Jerome e do Olivinha, que renovaram por 2 anos(seus contatos terminarão em junho de 2016), todos os outros terminam no início de junho e 2015. Há jogadores que só renovam por 1 ano como é o caso do Benite e do Olivinha.
A sua lista é boa, mas não concordo com 2 nomes que são Fúlvio e Marcus Toledo. O primeiro por ser um jogador extremamente decadente e digo isso não por causa da idade e sim pelo declínio físico visível. Fúlvio e David Jackson tem a mesma idade mas uma diferença enorme no aspecto físico.O segundo marca muito bem, mas no restante é muito fraco. Para a reserva de armador contrataria um jogado bem jovem com potencial de crescimento e, neste perfil, o Coelho do Minas seria um bom nome.
Não se esqueça que há um jogador louco para jogar no Flamengo que é o Shamell.

Abração

Anônimo disse...

Eu não traria o Fúvio decadente tentaria o pivo do minas o Ansaloni pra revesar com o Jerome e o ala traria o Shamell é a cara do flamengo. Eo Neto tem que largar de ser C e tirar o Marcelinho de titular.Não da mais

Anônimo disse...

Marcelinho e Leo Moura estão na mesma. São ídolos do passado que já passaram da hora de aposentar.

Danilo Pinheiro disse...

Concordo com o amigo Barreto. o elenco precisa de uma renovação proxima temporada. Tambem renovaria com Nico, Benite e Marquinhos, que se juntariam a Olivinha e Meyinsse que ja possuem contrato. Como reforços tentaria o Henrique Coelho para o lugar do Gege e o Léo Meindl para o lugar do Machado, efetivando o Benite titular na 2. E para o garrafão tentaria a viabilidade do Renaldo Balkman que esta na D-League e o Vitor Faverani, atualmente sem clube.
Opções que tambem me agradam são o Gerson de Mogi e o André Emmett, tambem na D-League.

Anônimo disse...

ate que fim o neto acordo Marcelinho no banco