quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

NBB 2014/2015: Flamengo 106 x 73 Basquete Cearense


O Flamengo conseguiu seu primeiro placar centenário neste NBB ao derrotar o Basquete Cearense por 106 x 73 e alcançar a quinta vitória consecutiva.

Com exceção de um pequeno apagão no segundo quarto, foi uma boa partida da equipe Rubro Negra, que cometeu apenas seis erros no total.

O aproveitamento na linha de três foi de 50%, 13/26. Marquinhos foi o cestinha com 21 pontos.

Os argentinos voltaram a fazer um bom jogo. Laprovittola anotou 14 pontos com 4 assistências e Herrmann 10 pontos com 6 rebotes.

Mas os grandes nomes foram Gegê com 9 assistências e Felício apanhando 7 rebotes além dos 12 pontos.


O JOGO

O Flamengo começou melhor, abrindo 10 x 05 com cinco pontos cada de Hermann e Marquinhos.

José Neto com cinco minutos de jogo já promovia o rodízio para azeitar a defesa. Saíram Laprovittola e Marcelinho entrando Benite e Gegê, e depois Felício. No ataque, quem liderava era Marquinhos, já com 11 pontos, colocando o Flamengo com 20 x 13.

Mas as mudanças deixaram de surtir efeito e o Basquete Cearense encostou: 20 x 19. Porém, no minuto final, o time da Gávea emplacou uma sequência de nove pontos para colocar 29 x 21 no placar.

José Neto estava inspirado. Voltou para o segundo quarto com seus três armadores de titulares tendo como pivôs Herrmann e Meyinsse. Gegê distribuía sua quinta assistência e Meyinsse colocava o Flamengo com 38 x 27, obrigando o treinador adversário a solicitar tempo.

Com 41 x 29 no placar o time apagou. Já sem o trio de armadores ficou cinco minutos sem pontuar. O Basquete Cearense emplacou 12 x 0 para empatar a partida: 41 x 41. Foi a vez do Neto parar o jogo.

Na volta, após o pedido de tempo, Marcelinho, ainda zerado, anotou uma cesta de três para aliviar a pressão. Outra vez o Flamengo finalizou bem o quarto, fechando o primeiro tempo em 48 x 41.

Na volta para o segundo tempo apareceu o verdadeiro basquete Rubro Negro. Com show de Felício - oito pontos e cinco rebotes no terceiro quarto e Marcelinho calibrado com nove pontos, o Flamengo vivia seu melhor momento do jogo abrindo 22 pontos de vantagem e não permitindo qualquer reação do Basquete Cearense: 79 x 57.

No quarto final só coube ao time administrar a vantagem e José Neto, talvez pela primeira vez neste campeonato, pôde entrar com os juniores no final pra ganhar ritmo. Placar final: 103 x 73 para mostrar que o Flamengo não está morto.


PEUGEOT NO BASQUETE?

Seria a solução para as premiações e salários atrasados, pelo menos até a execução do patrocínio da TIM, via ICMS. Terça-feira tem votação no CoDe que pode confirmar essa informação.


2 comentários:

Anônimo disse...

Pois é...sai notícia de patrocínio de 20 milhões, depois dizem que é mentida tais valores.
Dizem que a Peugeout rescindiu e pagou 5 milhões por isso, depois dizem que ela foi pro Basquete.
Não acredito mais em nada que não é posto no site do Mais Querido.

André Amaral disse...

À título de informação.

Entrei em contato com o Póvoa que me informou que está perto de resolver os problemas financeiros e esclarecer outras questões intermante.

Em seguida vai responder todos os questionamentos.