terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Baseado na Lei de Acesso à Informação, IPHAN responde questionamentos sobre a construção da Arena na Gávea

No dia 15 de dezembro o blog entrou em contato com o IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, que nos informou o protocolo e o andamento do processo para a liberação da obra da Arena na Gávea. 

Publiquei aqui que desde o dia 24 de outubro aguarda um parecer técnico.

Entramos novamente em contato com o IPHAN para saber detalhes à respeito da licença, prazos e outras informações. Baseado na Lei de Acesso à Informação, o órgão gentilmente nos respondeu no dia de hoje.

Não tem grandes novidades, mas para conhecimento dos leitores, confira o ofício enviado:


O blog vai acompanhar esse processo. 

5 comentários:

Bcb disse...

Muito bom, André.

Agora só falta alguém descobrir o Facebook do responsável por essa absurda demora e iniciar um ataque soviético virtual ao referido cidadão.

Isso ou então fazer a moda "Godfather", mandando uma cabeça de cavalo para o cidadão hahaha.

Mas falando sério, bom trabalho.Só fiquei com a impressão que a coisa não vai sair rápido...

André Amaral disse...

BCB

Na verdade fiquei meu frustrado com a resposta. Foi burocrática demais.

Esperava prazos, dias, mais informações, o que precisa de fato para a licença.

Está aguardando parecer técnico desde 24/10 e nem sabe se tem restrições?

Enfim, também acho que vai demorar. Soube que pediram mais papelada há uma semana.

Ano que vem enviarei mais emails cobrando o parecer..rs

Cadu Rollo disse...

Enviará só semana que vem? o blog já foi mais eficiente kkkkkkkkkkkk

Resta aguardar né... como acontece com tudo, mais uma novela pela frente rsrs

abs,

Cadu

André Amaral disse...

Hahahahaha...abs Cadu. Vamos meter pressão.

Milton Martins disse...

O processo a ser estudado deu início e. 19 de setembro de 1984. Com 30 anos não há uma conclusão? Que descobertas querem fazer que irá mudar o curso da humanidade e a história? Ou o objetivo é bater o recorde de análise de estudo.