terça-feira, 7 de outubro de 2014

Luxemburgo acerta no diagnóstico. Precisa aplicar o remédio na dose certa para escapar do perigo

"O Flamengo parou de vencer porque o time melhorou". Certeira análise do Luxemburgo ontem no Sportv. 

Nos seis primeiros jogos o time sofreu apenas dois gols e jogava por uma bola para vencer as partidas, especialmente com a entrada de Eduardo da Silva no segundo tempo. Com Marcelo e Wallace na zaga o Flamengo venceu por 1 x 0 o Botafogo, Sport e Coritiba. Depois conseguiu fazer avançar: sofrer um gol, mas fazendo dois, derrotando assim o Atlético-MG, Criciúma e Vitória.

Evidente que o time ganhou confiança, chegou a ficar na nona posição e, com uma postura tática bem superior a adversários melhores tecnicamente, o Rubro Negro passou a ter boas atuações contra o Corinthians, Fluminense, Palmeiras e São Paulo, entretanto, dessas boas atuações só saíram seis pontos.

Por não conseguir vencer quando jogava bem e perder quando atuou mal, o Flamengo agora está à beira do rebaixamento a quatro pontos da degola e disputará uma partida decisiva amanhã contra o Figueirense fora de casa.

Com a situação voltando a ficar periclitante, o time pode voltar a reconhecer suas limitações e jogar com sua característica antiga: dobrando a marcação e jogando por uma bola para escapar do perigo.

2 comentários:

Anônimo disse...

Discordo do técnico e da análise, a queda de rendimento do Flamengo se deve a escolhas erradas do próprio treinador e ao desprezo do plano tático e estratégico que estava dando certo.
O treinador na ausência do Carceres escolheu como substituto o Recife e o resultado foram duas derrotas e um time mais enrolado no meio campo em função do Recife ter atrapalhado a saída de bola e falhar na marcação. O treinador parou de colocar o Mugni nos jogos e meio campo parou de ganhar qualidade. O treinador preferiu o Chicão na defesa apesar das falhas individuais nos gols contra o Fluminense, São Paulo, Palmeiras, o Marcelo foi afastado falhando bem menos só contra o Goias. Na sábado as substituições foram trágicas, primeiro no final do jogo colocar o Helton e tirar um único jogador do meio que toca a bola que era o Canteros é o símbolo da burrice e da falta de capacidade dos técnicos brasileiros, o Flamengo não deu um chute a gol e só deu chutão no final do jogo. Cadê as substituições duplas Eduardo da Silva e Mugni que deram tão certo na sequência de vitorias???? Dois postes na frente em finais de jogos. Optar pelo Artur quando você ainda tem como opções Nixon e Negueba, o artur só mata na canela. Na sequencia de vitórias tudo era mais simples, cansar o adversário e colocar então o Eduardo da Silva e o Mugni, o time se encorpava ficava mais lúcido e de melhor toque de bola dominava e vencia os jogos. Para variar o treinador se Luxemburgo se perde após bom início de trabalho por começar a utilizar opções de jogo e substituições erradas, vamos ver como vai ser hoje, principalmente em relação as substituições.

ismael amorim goulart disse...

O que mais pesa na fraca campanha do time são as péssimas contratações. Hoje no mundo do futebol todo mundo sabe que o Flamengo é o maior reduto de jogadores oferecidos. O Elton estava encostado no exterior e aonde conseguiram colocá-lo? Os empresários oferecem pra todo mundo e aqueles que ninguém quer vai pro Flamengo. No ano que vem a grana pode melhorar quando o clube voltará a receber quase que a totalidade das cotas de TV, se bem que é sabido que a atual diretoria fez e está fazendo vários empréstimos. Mas caso melhore a grana, com este critério pra contratar, mesmo com mais dinheiro a coisa não vai melhorar, pelo contrário.
Sobre o ginásio novo na Gávea o que está pegando é a entidade que regula o patrimônio histórico do município, em relação ao entorno da Lagoa. Não tem nada haver com associações de moradores o problema com eles era em relação ao estádio de futebol na Gávea (esse pode esquecer, pelo menos na Gávea). O que o prefeito falou é procedente. Se bem que é um absurdo. Um clube não poder edificar um ginásio poli esportivo, que será bem útil na Olimpíada, com recursos privados, só porque alterará o visual em uma das esquinas de quilômetros e mais quilômetros do entorno da Lagoa. A legislação é atrasada. Para mim o visual com o ginásio moderno ficará muito melhor.