quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Copa do Brasil 2014 - Oitavas de final: Flamengo 3 x 0 Coritiba


Todos vivos? Como dormir?

Foi mais uma oitava de final de Copa do Brasil cardíaca e com final feliz para a Nação Rubro Negra.

Se no ano passado o adversário foi um duro Cruzeiro, esse ano seu rival era o placar muito adverso. O time precisa pelo menos igualar o 3 x 0 para levar a decisão pros pênaltis. Em 2013 Elias marcou aos 42 minutos, em 2014 Eduardo da Silva aos 35.

(Ainda teve uma defesa sensacional de Paulo Victor logo depois do terceiro gol)

Luxemburgo montou um time misto. Chicão e Samir formavam a dupla de zaga, Luiz Antônio atuava como lateral direito, Recife no lugar de Cáceres e à frente: Gabriel, Paulinho e Alecsandro.

Mas o plano do treinador foi minando logo no começo com as saídas de Luiz Antônio e Paulinho machucados. O que virou uma ótima notícia para o Flamengo, que passou a ter Léo Moura e Éverton e Eduardo da Silva já começando o segundo tempo.

O Coritiba abusava das faltas, parando todas as jogadas com muita violência. O gol de pênalti no finalzinho do primeiro tempo foi um alívio para um time que demonstrou mais vontade do que técnica e poucas ameaças ao goleiro adversário.

Mais um pênalti, dessa vez mal marcado, e o Flamengo estava a um gol da esperança. Éverton, que tem feito excelentes partidas engoliu na velocidade o marcador e colocou na área para Eduardo da Silva fazer o 3 x 0.

Vamos pros pênaltis: 1) Paulo Victor sensacional. 2) Cobrança pífia de João Paulo. 3) Frieza do montro Eduardo da Silva, sendo obrigado a marcar ou cravaria a eliminação Rubro Negra. 4) Léo Moura perdeu a chance de fechar. 5) Mas Carlinhos carimbou a trave e, dessa vez, 6) Canteros não desperdiçou e garantiu a classificação. 7) Os cobradores da Gávea não perceberam que o goleiro do Coritiba só caía para o mesmo.

Uma classificação épica não atrapalha, não cansa, não desgasta. Pelo contrário, motivará ainda mais o time para uma sequência de cinco jogos, sendo quatro em casa pelo Brasileirão antes das quartas de final da Copa do Brasil.

Sábado contra o Grêmio os desfalques serão muitos, mas o Maracanã não terá uma cadeira vazia. O sócio-torcedor voltará a crescer nesse meio tempo para o torcedor garantir o ingresso dessas grandes partidas que ainda estão por vir.

Isso é Flamengo, sempre muito sofrido, na raça, no canto da torcida que acreditou desde o começo. 

2 comentários:

ismael amorim goulart disse...

Parabéns para a galera que acreditou, eu confesso que não acreditava, principalmente pelo fato do ataque ter que fazer três gols. Mas preferia que o Flamengo tivesse gasto seu milagre anual com o Maccabi, dias 26 e 28. Quem sabe mais um milagre. Com relação ao Mengão nada é impossível.

Anônimo disse...

Ismael é nisso que eu to acreditando na final do mundial um milagre mais com o flamengo nada é impossivel