terça-feira, 30 de setembro de 2014

Capas do jornais dessa segunda-feira

Flamengo campeão mundial de basquete:

Lance:


O Globo:


Meia Hora:

Capa de esportes de O Globo:



Folha de São Paulo:

Matéria do jornal O Globo:


Charge do Lance:


Jornal de Tel Aviv: "Esses são os campeões europeus?"


5 comentários:

ismael amorim goulart disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ismael amorim goulart disse...

Para se ter uma boa ideia da dimensão da conquista rubro negra, basta compará-la com a conquista do Sírio em 79. Esta sempre foi uma das referências máximas do nosso basquete. Sempre que se exaltava nosso basquete, lembram dos dois títulos mundiais masculinos em 59 e 63, do mundial feminino em 94, da prata olímpica das meninas em 96 e do título do Sírio. Eram as seis maiores referências do nosso basquete. Não se trata do campeão mundial absoluto porque não derrotou o campeão da NBA, no entanto, é o campeão da FIBA e, olhando pra trás a constatação é que todo mundo perde pro campeão da Euroliga: as equipes argentinas perderam, venezuelanas, o Vasco, o Corinthians, Franca, Pinheiros. Essa disputa pro basquete é mais difícil que a do futebol.

Bcb disse...

Eu acho que o Maccabi não esperava um Flamengo tão forte.
Nosso frontcourt DESTRUIU o deles, especialmente na posição de pivô, e não fosse a sensacional série do Pargo o Maccabi iria voltar pra Israel na merda.
Por outro lado, precisamos levar em conta que o Maccabi perdeu o melhor treinador do mundo FIBA que foi para o Cavaliers e perderam 3 jogadores chave Rice, Baby Shaq e o outro americano e a reposição só foi a altura com o Pargo.
Bom, de um jeito ou de outro o Flamengo foi superior, passou o carro no campeão da Euroliga e é o campeão mundial de basquete interclubes.
E tem um detalhe:o Maccabi não veio ao Rio para passear não, jogaram tudo o que podiam nos jogos, e mesmo assim não foram páreo para a locomotiva rubro negra.
Vamos ver como serão os amistoso contra a NBA, acho que a maior fragilidade do elenco, a falta de outro armador para revezar com o Nico (Gege defende legal mas ofensivamente é bem limitado, Benite não é armador) vai ser bastante exposta nesses jogos, especialmente se os times americanos fizeram uma marcação pressionada na bola.
Espero que o Neto não insista em jogar com um armador e 3 alas contra os americanos, funcionou contra o Maccabi em momentos mas colocar um ala pra marcar um armador americano de alto nível e pedir pra ser atropelado.
Campeão Mundial!

Anônimo disse...

Gêge sabe distribuir bem jogo e fazer o time jogar, acho que ainda falta confiança nele em relação ao ataque, mas é algo para se desenvolver. O fato dele entrar e manter a pegada na marcação e a bola girar no ataque já é uma grande mérito.

Anônimo disse...

CHUPA DANIEL ALEMÃO !!!!!!!!!!!!!