quarta-feira, 4 de junho de 2014

José Neto, o melhor treinador do NBB


Muitos escolheram como o treinador do NBB o Paco Garcia, do Mogi, que sem dúvida fez um trabalho brilhante: nas oitavas eliminou o Pinheiros, nas quartas o Limeira e fez uma série duríssima contra o Flamengo na semifinal.

Outro ponto que se argumentou a favor do espanhol foi de ter pego uma equipe média e levado longe. Mas não são argumentos suficientes para vencer José Neto.

A tentativa de não reconhecer o seu desempenho porque "tinha em mãos uma equipe forte" é pífia. Eduardo Agra, comentarista da ESPN, foi certeiro: "Fazer um time de estrelas, jogar como equipe, com doação, com coletivismo, acho mais difícil do que fazer um time médio".

Foi engraçado, porque poucos colocaram jogador Rubro Negro na seleção do NBB, pois o argumento era de que "o forte do time seria seu jogo coletivo". Ora, então Neto merece o troféu de melhor treinador por fazer de um elenco recheado de bons jogadores um basquete sem estrelismo.

Além disso, não dá pra ignorar a responsabilidade de se conduzir uma equipe como o Flamengo. Todos os times entram sem responsabilidade, José Neto não, ele precisava entrar todo jogo, todo playoff, com a missão de levar o Clube ao pódio mais alto.

E o fez. Foi um líder nas adversidades. Quem vê o time hoje e não acompanhou a temporada, pensa que foi tudo mil maravilhas. Durante a demora de concluir a negociação com a TIM para executar o patrocínio via ICMS, foi ele quem segurou a barra de treinar uma equipe com os atrasos salariais.

Dentro de quadra, o desfalque de Vitor Benite logo na terceira rodada, depois concluiu-se que seria por toda a temporada, foi um agravante. O jovem Gegê precisou virar titular. Não pôde também contar com seus principais cestinhas: Marcelinho voltando de contusão sem o melhor ritmo e a estreia do Marquinhos apenas na metade do campeonato, sendo necessário usar uma estratégia de jogo até então nova para o recém chegado Nicolas Laprovittola, que respondeu muito bem à responsabilidade, sendo o cestinha nos cinco primeiros jogos, anotando: 22, 29, 30, 18 e 21 pontos, respectivamente.

Quem não se lembra de duas derrotas acachapantes: contra o Minas por 84 x 66 e contra o São José em casa por 81 x 59?  Depois desse jogo o Flamengo juntou os cacos e derrubou a invencibilidade do então líder Limeira, fora de casa, por 88 x 67, e no último jogo do ano venceu o Bauru também fora de casa por 96 x 94, começando aí uma sequência de vitórias que culminaria com o primeiro lugar faltando incríveis quatro rodadas do considerado o NBB mais equilibrado da história.

Os playoffs também não foram nada fáceis. Em duas oportunidades a equipe perdeu no Tijuca e seu viu obrigada a vencer fora de casa para não ser eliminada. E o Flamengo de José Neto se mostrou frio, vencendo as quatro partidas disputadas em dois caldeirões e fechando as séries sem precisar do quinto jogo.

José Neto melhorou demais na questão das faltas técnicas. De caçado pela arbitragem a praticamente sair ileso pelo crivo dos homens de cinza. Entretanto, foi muito cornetado aqui pelo rodízio no segundo período. Não pelas trocas, mas pela insistência em continuar com os reservas mesmo vendo o adversário crescer. A insistência com Shilton e suas faltas ofensivas em seu bloqueio mal feito, apesar de ter feito boas partidas defensivamente quando Meyinsse não dava conta de parar o pivô adversário mais forte fisicamente, deixando o Felício como terceira opção as vezes não dava pra entender. Outro ponto também foi na demora em pedir tempo, de parar o jogo, em certos momentos críticos.

Mas seus méritos foram bem maiores do que esses detalhes de um corneteiro que não vive o dia de treinos e a adrenalina de uma partida. Conquistar uma tríplice coroa depois de um caminho com tantos obstáculos, levar o time com tantos ótimos jogadores e mesmo assim manter o coletivismo como destaque não é pra qualquer um.

Parabéns José Neto, renovação já!

14 comentários:

Marcelo disse...

Todos os envolvidos com o basquete do Mengão, em especial os jogadores, a comissão técnica e os dirigentes mais próximos, merecem os parabéns por essa temporada incrível! A melhor da história do clube!!!

Anônimo disse...

Andre,
Meu pensamento sobre o Neto irá mudar completamente se o contrato do Shilton for renovado, q é o q ta pintando.
Continuaçao dele no grupo é indefensavel. Falar q pegou um rebote decisivo ñ cola. Outro q estivesse em seu lugar, tb poderia ter pego.
E as faltas de ataque q ele comete tirando oportunidade de pontos?
Infelizmente, é homem de confiança do Neto e deve continuar por ser amigo do chefe e nao pelas suas qualidades.

Flávia Cardoso disse...

eu vi praticamente todos os dirigentes do basquete do flamengo dizendo que precisa reforçar o garrafao e precisa de jogadores mais altos e fortes,estao fazendo de tudo pra manter o jerome como disse o povoa que quer manter a base e reforçar o banco,ou seja e certo que vai vir um outro pivo 5 de força pra revezar com o meyinsse,nao vejo o shilton ficando com olivinha e felicio na 4 e meyinsse e mais um bom pivo na 5,o que te leva a crer que shilton ia renovar ??? unica coisa que vi sobre foi o garrafao rubro negro dizendo sobre quem vai deve acabar renovando mais ali eh mais na base do palpite do que em informaçao ate porque colocaram renovando o time todo menos o washam que eh muito obvio que nao fique,leve em conta as declaraçoes dos dirigentes deixando bem claro que precisa reforçar o banco com um 5 de força pois vai ter mundial e jogos com times da NBA,o shilton tem 1,98 e os caras falando abertamente que precisam de um pivo 5 alto e forte,sinceramente acho muito dificil que vao renocar com o shilton,so se o fla tiver 3 pivos 5 no elenco o que acho muito dificil.

Anônimo disse...

Espero q vc esteja certa!

Flávia Cardoso disse...

na minha opniao o flamengo dispensa o washam e o shilton e busca um ala e um pivo de maior qualidade pra reforçar o banco,e o resto do time acho que tenta renovar com todos e contrata pra repor se perder alguem tipo o laprovittola ou o meyinsse...nao vejo um bom ala 3 disponivel no mercado sendo brasileiro,acho que esse vai vir estrangeiro,e um pivo 5 de força que atue no brasil tem o paulao,caio torres,baby...qualquer um desses acho que deixaria o flamengo muito bem servido na 5 revezando com o jerome...

Barreto disse...

Na minha opinião o Shilton deveria sair, mas infelizmente acho que tem outros aspectos que também acabam tendo peso .
Já há algum tempo o Nico deu uma entrevista falando da qualidade técnica dos jogadores do Flamengo e também da liderança do marquinhos, Marcelinho e Shilton.
Acho que este aspecto somente não deveria contar, mas o fato que além disto ele é um jogador extremante querido por todo o grupo.

Barreto disse...

Meus amigos,

Paulão, caio torres e Baby não !!!! por favor !!!!!

Flávia Cardoso disse...

barreto no brasil quem voce gostaria pra revezar com o meyinsse ??? nao vejo nomes melhores que esses...visto que murilo eh impossivel ja renovou,aquele devon do basquete cearense sinceramente achei fraco vendo alguns jogos,fez umas enterradas bonitas aqui ou ali mais em termos de jogo nada demais,se falam em heittsheimeir mais acho muito dificil que ele volte ao brasil, qual pivo de força no brasil voce acharia valido pra revezar com o meyinsse ???

BaRRETO disse...

Flvia Cardoso

Não vejo ninguem no Brasil que possa revezar com o Meynsse sem cair o Nível.
Baby e Paulão são jogadores com problemas crônicos de joelho. Foi por este motivo que o Paulão foi dispensado do Brasília.
O Paulão seria uma solução se tivesse condições físicas.
Abs

Anônimo disse...

Oque voces acham da declarações do Shamell se oferecendo para jogar no Flamengo ele falou que tem cinco proposta mais da prioridade ao Flamengo não seria uma boa ter um ala como o Shamell

Anônimo disse...

acho q o devon hardin pode revezar bem c o jerome. n tem a mesma tecnica, mas é mais forte e mais alto, pontos importantes p bater de frente c certos pivos adversarios.
jerome teve problema em alguns jogos.
por nao ser aquele pivo pesadão como o caio, manteria o estilo de jogo.

Anônimo disse...

Outro dia vi um cara falando sobre um jogador chamado Emmet, fui me informar e o cara joga muito, ele com benite seria imbátivel

Anônimo disse...

SHILTON MELHOR QUE O ETO'O

@eduardocbs disse...

esse comentario aqui de cima é do @pedromotta, certeza
rsssss