segunda-feira, 5 de maio de 2014

NBB 2013/2014 - Quartas de final: Bauru 81 x 84 Flamengo


Se ontem o dia foi Lucas Mugni, hoje no basquete outro argentino assumiu a responsabilidade e comandou a classificação Rubro Negra para a semifinal pela sexta vez em seis edições do NBB.

O Flamengo derrotou Bauru por 84 x 81, fechou a série em 3 x 1 e agora aguarda o vencedor do quinto confronto entre Limeira e Mogi.

A equipe do Bauru resolveu jogar no garrafão Rubro Negro e não deu nenhuma chance aos pivôs do Flamengo. Murilo pegou 17 rebotes, enquanto o time da Gávea pegou apenas 26 a partida inteira. Meyinsse apagado, marcou apenas três pontos.

O problema, e para sorte nossa, a equipe de Guerrinha não conseguia ampliar o placar, aproveitando-se do jogo ruim do Flamengo, principalmente porque suas bolas de três pontos não caíam: 1/11. O 39 x 37 ficou barato.

O Flamengo cozinhou o jogo, até conseguir a virada no final do terceiro quarto com ótima atuação de Marquinhos e Olivinha: 63 x 58.

O quarto decisivo começou com uma cesta de três de Marquinhos, ampliando a vantagem. Porém o Bauru conseguiu uma sequência de 9-0 e voltou a liderar o placar.

Mas a noite era de Nicolas Laprovittola. O armador matou cinco bolas de três, sendo o cestinha do time com 24 pontos e ainda recuperou quatro bolas. Marcelinho outra vez errou tudo que tentou, dessa vez não provou ser o jogador maduro da entrevista do jogo passado e quase prejudicou o Flamengo no quarto final.

A diferença subiu para oito pontos graças ao argentino. Bauru não desistia. A diferença despencou para apenas dois pontos com uma bola de três de Ricardo Fischer faltando quatro segundos: 83 x 81. Na saída, falta rápida em Marcelinho, que converteu o primeiro, errou o segundo e no rebote Murilo tentou o empate antes do meio da quadra e nem aro deu.

Ufa!

11 comentários:

Anônimo disse...

Quais os jogadores que poderia reforçar o flamengo no mundial e na próxima temporada?Do basquete nacional sul-americano e europeu?

Bcb disse...

Muito boa a vitória do Fla, em um jogo que fomos introduzidos ao melhor que o Bauru pode oferecer em termos de defesa e intensidade.
Ficamos 3 períodos sendo "agredidos" por uma equipe desesperada, que jogava a sua temporada, e com a calma de um time campeão conseguimos nos manter no jogo até a hora do bote no último período.
Em um jogo como o de ontem que dá pra notar como o elenco do Fla foi bem montado;
o adversário jogou com dois pivôs, tirou nosso jogo de garrafão e ao mesmo tempo dominou os rebotes e ganhou dois jogadores pesados para fazer bloqueios para os arremessadores.
Por sorte nossa as bolas deles não caíram com frequência mas o fato do Flamengo ter conseguido se manter no jogo praticamente sem jogo interior é uma prova da versatilidade da equipe.
Jogando nosso melhor basquete não tem pra ninguém no Brasil e o Bauru talvez fosse o time mais perigoso dos que sobraram, especialmente se fosse em uma final.
Estamos bem, obrigado.
SRN.

Marcelo disse...

Depois de uma ótima partida no jogo 3, o Marcelinho fez dois jogos muito ruins. Espero que ele se recupere e consiga se manter em bom nível nessa reta final.

Será que pegaremos a Sele-Mogi??? rs

Brincadeiras à parte, o time de Mogi está jogando de uma forma incrível. Estão se superando muito. O 12º colocado da fase de classificação chegar às semifinais será um enorme feito.

PS: Se não me engano, alguém perguntou em comentário de algum post recente sobre a preferência entre Shilton e Vágner. Lembrei disso vendo o jogo do Limeira ontem. E concluí: sempre que vejo o Vágner jogando, o Shilton me parece um craque! Até o Coloneze jogou mais que o Vágner...

Bcb disse...

Marcelo, eu acho tanto Wagner como Coloneze melhores que o Shilton em termos ofensivos.
O Wagner tinha um jump shot de meia distância razoável e jogava sempre com muita raça.
O Coloneze era um cara parrudo que conseguia fazer o trabalho sujo e tinha um jogo de low post aceitável.
O Shilton não tem jogo ofensivo algum, zero.Não tem arremesso de nenhum lugar, não tem jogo de post, lance livre, nada.
Tem um rebote bom, e faz bons bloqueios mas é só.
Joga defesa fazendo faltas.
O papel dele nesse time me parece ser mais de vestiário, como um dos líderes do elenco, jogador de confiança do treinador.
Mas não joga nada, pelo menos na minha opinião rs.

Barreto disse...

Marcelo não pontuou nests jogos, mas não se esqueçam que no primeiro jogo ele deu 6 assistências e pegou 7 rebotes. Se metade dos rebotes resultaram em 2 pontos, podemos dize que ele contribui com com 18 pontos.
Outro aspecto que quase não tem sido comentado é que o Marcelo tem 39 anos e se continuar jogando 30 minutos ou mais por jogo, o seu desempenho tende a cair, pois por mais que seja bem preparado, existe a limitação da idade. Para que ele suba o seu rendimento é necessário que ele tenha o seu tempo de quadra reduzido e isso vai acontecer em breve. Benite estará a postos no início da próxima temporada.

Anônimo disse...

o Shilton não ta na altura desse time do flamengo ele é muito fraco faz falta demais não sabe se controlar; onten mesmo fez uma falta ante desportiva besta eo bauru empatou no ultimo quarto. To assustado com o Marcelinho não conseguiu pontuar muito neste dois jogos

André Amaral disse...

Benite estará a postos já para o Mundial, na verdade..hehe

Barreto disse...

André,
Estou considerando que o mundial já é competição da proxima temporada .

Abração

Marcelo disse...

Ótima análise, bcb. Meu comentário foi mais na empolgação pós-vitória mesmo... rs

Mas, de qq forma, acho que os três se equivalem. Talvez tenha preferência pelo Shilton pq acho o atual time do Flamengo o melhor desses últimos anos. E a favor do Coloneze tem aquela jogada inesquecível no título da Liga Sulamericana.

Ruy Moura disse...

Ilustres torcedores rubro negros. O Marcelinho continua sendo um dos principais jogadores do time, senão o de melhor qualidade. Estes comentários acima não combinam com aqueles lançados no blog por ocasião da conquista da Liga das Américas, onde nosso craque foi eleito o MVP. O que acham os ilustres torcedores André, Barreto e Arnaldo Szpiro? Dos times que vamos enfrentar daqui para frente aposto em uma final contra o São José do pivozão Caio Torres e acho que qualquer dos adversários da semifinal (Limeira ou Sele Mogi) são inferiores ao Bauru. Mengão rumo ao título do NBB6, com Marcelinho e tudo. SRN.

Barreto disse...

Prezado Ruy

Acho que o Marcelinho ainda é um jogador fundamental para o Flamengo.
Por outro lado entendo que o seu rendimento irá declinar (talvez nem tanto quanto neste último jogo ) caso continue tendo um tempo de quadra superior a 30 minutos, tendo em vista que é a sua condição física não é mais a mesma ,em função dos seus 39 anos, mesmo sendo um jogador extremamente dedicado aos treinamentos.
Acho indispensável que ele reduza o seu tempo de permanência em quadra ,o que naturalmente ocorrerá após o retorno do Benite.
Quanto aos possveis times que iremos ainda enfrentar, acho que todos eles são inferiores ao Bauru, inclusive o São José.