segunda-feira, 16 de julho de 2012

Brasileirão 2012 - 9º Rodada: Bahia 1 x 2 Flamengo


A torcida não está tendo vida tranquila nesse Brasileirão não. Mais um final dramático, quase o time leva o empate nos minutos finais como na temporada passada, porém dessa vez o Flamengo segurou a pressão, Paulo Victor fez defesas sensacionais e o Rubro Negro conseguiu mais três pontos que o mantém na cola dos líderes.

Sem criatividade, principalmente pela opção do Joel em colocar o único meia criativo, Adryan, como ponta esquerda, o Flamengo pouco criou. Ele pode até jogar na esquerda, mas precisa ter liberdade para cair no meio de campo. Um bom camisa dez seria excelente para haver essa inversão. Não dá pra fazer com um Renato.

Não é a primeira vez que o treinador tem essa opção: em 2007, o talentoso Renato Augusto teve que ser submetido a uma curta faixa de campo. E claro, sempre a preferência por um volante armando o time. Ibson não foi bem, não é a dele. Quando recuou no segundo tempo, perdeu algumas bolas que não pode acontecer de maneira alguma.

Hernane conseguiu marcar seu segundo gol com o Manto e, mais que isso, foi um jogador bem eficiente. Marcou muito, jogou com raça e ainda teve que encarar os vários chutões no segundo tempo. Gostei mesmo.

Com a expulsão injusta de Luiz Antônio e o empate no placar, o segundo tempo foi todo do Bahia. E não dá pra reclamar que o Joel fechou o time com volantes. Pelo contrário. Apenas colocou Airton na direita, Ibson e Renato de volantes. Depois tentou dar velocidade com o que tinha no banco de reservas, Diego Maurício e Negueba, mas foi em boa jogada de Hernane que lançou para Ibson sofrer seu terceiro pênalti nesse Brasileirão.

O zagueiro Arthur Sanchéz fez uma boa partida. Foi firme, seguro, sempre com muita vontade. Vamos ver como se comporta no próximo jogo.

Ramon fez uma partida regular. Não apoiou tanto. Dessa vez o gol saiu nas costas do Luiz Antônio e também em virtude da falha de posicionamento da zaga.

Foi isso. Se não foi na técnica, foi na raça, que andava meio esquecida. E ficou claro que não há nada em curso para derrubar o treinador. O elenco sofre de carências, se a diretoria fosse mais competente com alguns bons reforços e um novo treinador, o time poderia sonhar com algo melhor do que uma posição no meio da tabela.

Agora começa a pedreira com os jogos no meio da semana. Quarta-feira tem o Corinthians. Terá a volta de Vagner Love, Botinelli, possivelmente de Léo Moura e quem sabe a estréia de Cáceres.

E também será uma semana decisiva para reforços de fora do Brasil. Vamos ver o que vão arrumar depois de tantas negativas e fracassos.

5 comentários:

Luiz Felipe disse...

Na verdade, o Hernane marcou o segundo dele pelo Flamengo (o primeiro, se não estou enganado, foi contra o Coritiba).
Agora em relação o jogo, ganhar na raça contra um time que está lá no fundo da tabela é preocupante. Ganha-se na raça contra times mais técnicos ou melhores taticamente. Times como Bahia, Ponte Preta, Sport, Náutico e Atlético Goianiense deveríamos ganhar com facilidade.

MBomfim disse...

Luis Felipe, isso não existe nesse campeonato. Acho que devemos ser mais realistas, não existem nesse campeonato equipes com desemprenho irretocável. E nossa realidade é essa...Agora fico preocupado com a hipotese de contratação do Riquelme. E tem torcedor a favor...Sabe o que acho...a torcida merece exatamente o time e clube que tem. Como desejar a contratação de um atleta de 34 anos, sabidamente complicado e difícil, egocêntrico, e que já declarou não poder jogar em alto nível no Boca. Parece que não aprendemos com nossos erros, R$10s da vida continuarão a fazer parte do nosso cotidiano, é isso, torcedor?????????

André Amaral disse...

Luiz Felipe

Mas eu escrevi que ele marcou o seu segundo gol pelo Flamengo.

E vejamos o Vasco, passou sufoco ontem em casa contra o lanterna. Levou duas bolas na trave e o Prass salvou outra em cima da linha.

André Amaral disse...

Bomfim

O Riquelme não está saindo do Boca porque não aguenta mais jogar futebol em alto nível, e sim, segundo palavras dele, "está sendo empurrada a saír do Boca".

Ele carregou esse time horrível do Boca nas costas pela Libertadores, teve algumas boas partidas, outras nem tanto.

Claro que existem os prós e os contras, como toda negociação. Mas um contrato de um ano é o que mais me agrada.

Robosn disse...

A vitoria foi excelente, principalmente pelo futebol que estamos apresentando... A melhor palavra que foi usada é essa temos que ser realista, é isso mesmo, o time é fraco, mas jogou com brios e contou com a sorte... Eu também concordo com o Mbomfim, acho que nesse time, com esse esquema do Joel o Riquelme não vai encaixar, visto a forma que ele coloca um meia para jogar...
E a esperança é a ultima que morre, no final das contas, estamos a apenas 1 ponto do 4º lugar... Quarta feira é ir ao Engenhão empurrar o time...