segunda-feira, 11 de julho de 2011

SKY escolhe patrocinar o basquete do Pinheiros ao Flamengo


O jornalista Rodrigo Campelo do site Máquina do Esporte conversou com dirigentes de marketing da SKY, que recentemente deixou de patrocinar o basquete do Flamengo, e afirmou que a meta da empresa é bem conhecida dos Rubro Negros: vencer, vencer, vencer.

Mas não valeu muito pro Flamengo, que não conseguiu chegar às finais e ainda teve problemas com Marcelinho na partida contra Franca, fator que pesou para a empresa abandonar o time nessa temporada.

A SKY escolheu um time para patrocinar no basquete e optou pelo Pinheiros, que também foi eliminado na semifinal do NBB, mas que prometeu reforçar o time para brigar pelos títulos.

Não deu pra entender, Flamengo preterido ao Pinheiros, e olha que o time vem bastante reforçado, com o argentino Federico Kammerichs e o norte-americano David Jackson. Será engraçado o Flamengo campeão do próximo NBB, que será em final única e com transmissão da televisão aberta, e o Pinheiros fora da decisão.

19 comentários:

Anônimo disse...

Hoje mesmo fiz o pedido de cancelamento da Sky. Vou procurar pela Net. Os torcedores do Flamengo devem fazer isso!

Marcio disse...

Abaixo SKY. Seremos campeões.

André Amaral disse...

Foi coincidência e nem tinha me lembrado disso, mas troquei a SKY pela NET semana passada.

Valeu então a troca...rss

Tiago Cordeiro disse...

Amigos, cancelar a SKy não é bom pro Fla não. Pelo contrário.

Se ela quis cancelar, paciência. Vida q segue.

Miguel Gonzalez disse...

Pôxa, qualquer um quer patrocinar o esporte olímpico do Pinheiros, que tem gestão profissional e times fortes em tudo. O esporte olímpico rubro-negro está entregue a deus-dará.

Marcio disse...

Ué????, o que a SKY mais quer é visibilidade, e consequentemente adesões. Gostaria que os admiradores do grande Pinheiros colocassem na balança seus ídolos contra Cesar Cielo, Marcelinho Machado, Diego Ypólito e quem sabe R10. Ihhhh esqueci que o Pinheiros não tem futebol. Última colocação: Como tem otário na Globo, derramar 100 milhões anuais no Flamengo com o Pinheiros dando sopa...hehehehehe.

Anônimo disse...

As empresas perceberam que é mais barato patrocinar o rival do grande do que o grande.

Luiz Felipe disse...

Penso que a Sky escolheu o Pinheiros para fazer uma parceria não pela promessa de reforços feita pelo dito clube ( desde quando empresa fecha contratos de patrocínio ao ouvir promessas ?), mas sim pela temporada jogada pelo time de São Paulo e pela "estabilidade emocional" dos atletas.Dizer que uma empresa não gosta de patrocinar time cujo atletas saem no tapa ao final da partida não é descobrir a pólvora.
Além do mais,além do mais o rendimento do Flabasquete esta temporada foi muito abaixo do que se esperava com direito a crises internas, saída conturbada do Lamonte, troca de técnico, derrotas e eliminações. Com certeza não foi a Sky a responsável pelo fim da parceria Flamengo/Sky.

Anônimo disse...

Luiz Felipe, então torça para a Sky!

Valente Filho disse...

Sejamos racionais!
O que o Flamengo (de hoje) traz para a Sky? Nada!
O Que a Sky buscou com essa mudança? Profissionalismo! Não existe no esporte brasileiro clube que seja mais profissional do que o Pinheiros (talvez o Minas). Falo de profissionalismo com resultados em diversos esportes não apenas no basquete ou vocês acham que no longo prazo essa parceria nãos erá estendida a outros esportes?
Engana-se quem pensa que é mais barato patrocinar o Pinheiros, a verba é a mesma, o ganho é superior. O Pinheiros vai ser o único clube da capital paulistana na próxima edição da NBB porque o Paulistano está fora e a capital financeira do país não poderia ficar sem um clube no NBB levando em consideração que será o clube da cidade, sem torcida contra é uma forma de aumentar sua base no mercado mais importante do país. Golaço!
O Flamengo hoje não tem um marketing eficiente que promova seus parceiros com ações extra quadra ou campo; não respeita seus patrocinadores quando não expõe seus atletas em campanhas de proveito mutuo (alguém viu este ano algum atleta do Flamengo fazendo alguma ação ou comercial com algum parceiro? A Cielo é patrocinadora pessoal do Cielo, Cezar, não do Flamengo portanto não vale citações); hoje o Clube de Regatas do Flamengo só quer sugar esses patrocinadores e é por isso que está sem o patrocínio master no futebol!
Fora isso cadê os patrocinios dos esportes olimpicos? Remo, basquete, ginástica, judô e natação são esportes tradicionais e tradicionalmente campeões no clube e não alavancam patrocinadores e gestões especificas e independentes do futebol. Culpa do inexistente marketing do Flamengo que ainda dá de brinde a dirtoria de futebol para o diretor de marketing acumular incompetência. Pode isso? No CRF pode!

Valente Filho disse...

Parte 2

Tendo o Barcelona como exemplo, sim! -Exemplo bom deve ser seguido e adequado a realidade local- o clube catalão tem 6 patrocinadores masteres, eu disse 6! quantos deles estão na camisa do clube? Nenhum! Somente a partir da próxima temporada que o clube vai ter patrocínio na camisa pela primeira vez na história!
Por que isso? Porque há uma gestão profissional do clube que anda junto com seu marketing “vendendo” o clube e conquistando títulos.
Vou falar aqui o que falo com os meus amigos em conversas informais que não ajudam o clube, mas esse blog pode ajudar: o Flamengo é um clube de vocação poliesportiva e que não sabe lidar com isso futebo, e esportes olímpicos podem andar juntos. Este aspecto é raríssimo no planeta, tanto que vou citar os únicos clubes que tem a mesma vocação do Flamengo sendo três sulamericanos e três europeus. O s sullamericanos não lidam bem com o fato e empourram com a barriga os outros esportes, os europeus fazem cada esporte ser rentável. São eles: Barcelona, Real Madrid, Fenerbahçe, Boca Juniors, Vasco da Gama (sim não vivemos sem nosso rival que é bom que seja gigante porque é ótimo comercialmente) e CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO.
Acorde Flamengo!

José disse...

Mesmo com todos os pontos de vista explanados, trocar o ::FLAMENGO:: pelo 'pinheiros', parece ser pouco inteligente (imagino). Mesmo com todas as falhas, o nosso nome, a nossa marca, é muito forte. Sem falar no potencial de consumo da 'nova-classe-média' Rubro-Negra. Infelizmente na minha região só com sky posso acompanhar o Mengo.

Marcio disse...

Por falar em profissionalismo, o que dizer das 1.000.000,00 de camisas vendidas pelo anti profissional Adriano Imperador, batendo todos os recordes nacionais no quesito? Quando se tratar de Pinheiros, só se pode falar de profissionalismo mesmo pois a paixão é zero. Concordo com a incopetênca do marketing do Flamengo, mas a marca Flabasquete vendeu 40.000 camisas em campanha de J.H. Areias em 2009.

Marcio disse...

Desculpem coloquei 2 zeros depois de uma vírgula no número de camisas vendidas, o certo é 1.000.000 de camisas.

Lucas Dantas disse...

Falou tudo Valente Filho. Hoje o Flamengo não tem patrocinio master em nenhum esporte o que um absurdo. Total incompetência do mkt fraco que não tem poder de atração de parceiros. Culpo o mkt nas pessoas do Harrison B. e Henrique Brandão.

Luciano disse...

Parece mais uma esmola que a Sky tá fazendo por ter tirado o vôlei masculino de lá.

Valente Filho disse...

Paixão não se compra, mas desorganização, anti-profissionalismo e incompetência não se vende!

A questão do volei foi mercadológica e é diferente.

Marcio disse...

Eu havia me esquecido, passando ontem pela Flaconcept, imaginei que um amante do futebol, pode e compra mesmo camisetas do basquete pelo tempo quente no RJ e Brasil tambem. Quem sabe não seriam mais algumas milhares de camisas andando Brasil a fora com o nome SKY estampado.

Jorge Ramiro disse...

Meu avô era um jogador de basquete de Pinheiros. Isso foi há muito tempo. Agora eu sou um jogador de futebol. Mas eu não sou um jogador de futebol profissional, mas eu jogo bem. Jogaba bem, mas eu tinha nove filhos e teve que começar a trabalhar em outra coisa para alimentar a todos. Primeiro eu tive trigêmeos. E depois o resto começaram a chegar. Eu trabalho em um supermercado, mas sou feliz. Porque se a minha família é feliz, então eu estou feliz.