sábado, 12 de março de 2011

Cielo estréia nas piscinas no Rio de Janeiro


César Cielo estréia nas piscinas em 2011 e a primeira competição será defendendo as cores Rubro Negras. É inegável a maior presença do nadador nos eventos do clube. É preciso criar uma identificação com a torcida, e já que o Flamengo ainda não oferece condições de treino na Gávea. Por isso ele tratou de ir na estréia de Ronaldinho, já recepcionou o time de basquete em seu restaurante e foi ao baile Vermelho e Preto.

E nesse final de semana compete no Multimeeting de Natação que acontece neste final de semana no Parque Aquático Júlio Delamare, no Rio de Janeiro. A competição foi organizada em conjunto pelo Flamengo e pela Federação Carioca.

Serão 110 atletas Rubro Negros em todas as categorias (infantil, juvenil, junior e sênior), e as estréias dos novos contratados: Andre Schultz, ex-Pinheiros, Armando Negreiros e Isabela Silva, ex-Botafogo, Juliana Giglioti, ex-Fluminense, Lauro Filho, Vinicius Macedo e Thiago Parravicini, ex-Minas, Pedro Costa Domingos, ex-Praia e finalmente Luis Cremonez, ex-Curitibano.

E ainda as estrelas da casa, Monique Ferreira e Nicholas Santos. Henrique Barbosa vai desfalcar o time, pois está treinando na Itália.

E segue a campanha: cadê o patrocínio para a natação? O Pinheiros, por exemplo, gasta com sua enorne equipe, cerca de R$ 30 mil por mês, incluindo salário dos atletas, do técnico, preparador físico, médico, psicólogo, manutenção da estrutura, viagens.

4 comentários:

Miguel Gonzalez disse...

O Flamengo tem dinheiro para contratar nadadores mas nao tem para manter os atletas do Tênis de Mesa.

Comecei minha campanha contra Patrícia Amorim!

rnagato disse...

E a captação dos projetos via LIE anda devagar. No site do ME, só temos aquela captação de janeiro.

André Amaral disse...

Realmente, muito lamentável não manter os atletas do Tênis de Mesa, todos de luto..rsss

Gustavo disse...

olha, a culpa disso tudo é do estatuto, todos sabem que a administração dos esportes que não tem patrocinio, é muito dificil, pois o dinheiro para manter sai da nossa maior fonte de renda, que é o futebol, minha ideia seria o Fla terceirizar esses esportes, pois não consegue ter lucros com ele, fazer igual essas novas 3 modalidades de esporte, e 1 recado para o Miguel Gonzalez, os outros presidentes nem conseguiam manter o basquete, e por causa do tênis de mesa você ja quer que nossa presidente saia, Meus pesames..