sábado, 8 de janeiro de 2011

Projetos aprovados, agora é correr atrás da captação com as empresas

A ata da reunião que aprovou os projetos do Flamengo para usar a Lei de Incentivo ao Esporte saiu, e os valores dos projetos não são exatamente aqueles que foram divulgados pela imprensa, (R$ 9,16 milhões), isso porque os projetos foram aprovados parcialmente, dentro dos critérios que a comissão técnica utiliza.

Lembrando mais uma vez, como já postamos, que o proponente que deu entrada com os projetos foi o Instituto Atleta Rubro Negro, fundado por ex-atletas dos esportes olímpicos do Clube, já que o Flamengo ainda não tem as benditas certidões negativas para poder se beneficiar da Lei.

O Flamengo tem até o dia 31 de dezembro de 2011 para conseguir a captação com as empresas, confira os valores de cada um.

Projeto Esportes Aquáticos - Eventos Nacionais: R$ 1.193.525,00
Projeto Esporte Aquáticos - Alto Rendimento: R$ 2.753.970,60
Projeto Esportes Coletivos: R$ 1.427.132,64
Projeto Esportes Terrestres Individuais: R$ 1.282.103,92

Totalizando:  R$ 6.656.732,16

Ainda resta o Projeto do Remo que foi aprovado na reunião do dia 17 de dezembro e a ata da mesma ainda não saiu. Digamos que foram uns dois milhões, não devemos chegar a oito milhões e meio dos quase dez que divulgaram, mesmo assim não dá pra reclamar não, é uma bela grana para os esportes olímpicos, que sempre são acusados de tirarem dinheiro do futebol.

Agora vem a missão mais tranquila, captar as empresas interessadas, para que uma parte do imposto de renda que seria pago ao governo, seja utilizado direto na conta dos projetos. 

O que chama atenção é o "alto rendimento" ali do segundo projeto. Foge da característica inicial da Lei Federal que é voltada para o investimento na base e inclusão social. Será que é para bancar a equipe de Natação que ainda não tem patrocínio

Agora é acompanhar o andamento da captação, espero que seja o mais rápido possível.

2 comentários:

rnagato disse...

Apenas lembrando que a Lei de Incentivo ao Esporte prevê 3 manifestações esportivas: participação, rendimento e educacional.

Infelizmente, pelo site do Ministério do Esporte, não dá pra conhecer direito os projetos.

Os do Instituto Atleta Rubro Negro provavelmente focam no rendimento, pois imagino que seja onde as equipes de competição sejam sustentadas e onde fica mais fácil captar, por causa da visibilidade.

SRN!

Miguel Gonzalez disse...

Espero muito que o Flamengo resgate sua tradição em alguns esportes que foram desativados no clube: Basquete Feminino (já foi campeão mundial), Tiro, Handebol, Xadrez e Tênis de Mesa.